Tens uma câmara de segurança Xiaomi? Vais perder esta funcionalidade!

Bruno Coelho
Comentar

As câmaras de segurança da Xiaomi são dos produtos mais famosos da fabricante chinesa, pela sua qualidade-preço. E uma das suas melhores funcionalidades é que guardam gravações em cloud até 7 dias.

Se tens uma câmara de segurança da Xiaomi, caso ainda não tenhas notado, a empresa começou a enviar aos utilizadores uma nova de final de serviço. E como o próprio nome indica, esta traz más notícias.

Xiaomi deixa de disponibilizar gravações em nuvem nas suas câmaras de segurança

Como podes ler no documento, a Xiaomi vai deixar de disponibilizar gravações em nuvem (cloud) nos seus dispositivos de vigilância. A marca afirma mesmo que tudo vai terminar até ao final de março.

“Devido a uma mudança no nosso desenvolvimento de negócios, o serviço de gravação de vigilância residencial será desativado a 31 de março de 2023”, começa por dizer a Xiaomi.

xiaomi

A marca esclarece ainda que “Os vídeos de vigilância doméstica não serão mais gravados após esse período. No entanto, vídeos gravados nos últimos 7 dias ainda podem ser descarregados e gravados no teu smartphone”.

Cartões microSD passam a ser a única solução para gravar as filmagens

Caso queiras continuar a ter as gravações das tuas câmaras de segurança da Xiaomi armazenadas, a solução deixada pela marca são cartões microSD. Dessa forma farás uma gravação local.

A Xiaomi esclarece ainda que “terás acesso contínuo a todos os outros recursos” das suas câmaras de vigilância. Isto significa que vais poder continuar a ter a visualização em tempo real ou notificações de evento.

Para nota esclarecedora, a marca afirma que os produtos afetados por esta medida são as Mi Home Security Camera 360° 1080P e a Mi Home Security Camera Basic 1080P.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Colabora com a 4gnews desde 2017, e faz parte da redação desde 2019. Come especificações ao pequeno-almoço. brunocoelho@4gnews.pt