Temperaturas baixas revelam-se o novo inimigo dos dobráveis da Samsung

Carlos Oliveira
Comentar

Os últimos dias pautam-se por temperaturas extremamente baixas, não só em Portugal como em muitas regiões do globo. Esta adversidade meteorológica cruza-se agora para o mercado tecnológico, em concreto com os smartphones dobráveis da Samsung.

Apontado pela publicação SamMobile, verificam-se vários relatos de utilizadores dos Galaxy Z Flip ou Galaxy Z Fold com o ecrã dos seus dobráveis partidos. A causa, simplesmente porque as temperaturas fixam-se abaixo dos 0ºC.

Galaxy Z Fold 2

Vários dobráveis da Samsung partiram com o frio extremo da Coreia do Sul

Os relatos mais preocupantes têm origem no mercado natal da Samsung, na Coreia do Sul. Com as temperaturas a marcarem os -18ºC, vários utilizadores queixam-se de que o ecrã dos seus dobráveis partiu simplesmente porque está frio.

Dizem eles que o dano indesejável concretizou-se simplesmente com a ação de abrir o smartphone. A culpa é atribuída, pelos queixosos, ao frio, mas é possível que outros fatores contribuam para este desfecho.

Importa notar que este tipo de relatos não é inédito. Já no inverno passado foram vários os que preencheram tópicos no Reddit com queixas semelhantes. O problema é o mesmo ecrã partido e a causa igualmente atribuída ao tempo gelado.

Galaxy Z Flip

Os dobráveis estão ainda na primavera da sua existência e os receios em torno da sua durabilidade são imensos. Relatos como estes certamente farão muitos pensar duas vezes antes de comprar um dobrável.

Será que a garantia cobre os danos?

Ao que parece, estas quebras não resultam de uma utilização negligente da parte dos detentores dos Galaxy Z Flip ou Z Fold em questão. Nesse sentido, coloca-se a questão sobre uma eventual cobertura pela garantia dos equipamentos.

Este é um tópico aberto a discussão, uma vez que nenhuma marca admitiu publicamente que danos provocados pelo frio possam ser abrangidos pela sua garantia. Caso não seja o caso, é melhor deixar o dobrável em casa quando as temperaturas estiveram bastante baixas.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.