Starlink: internet de Elon Musk já está disponível em Portugal

Rui Bacelar
Comentar

Elon Musk fez chegar a Portugal o seu serviço de Internet via satélite, já disponível em algumas regiões do território luso. A disponibilidade é, para já, muito limitada, nesta entrada no mercado dominado pela MEO (Altice Portugal), NOS e Vodafone.

As novidades chegaram às caixas de correio dos nossos leitores, com o convite para testar e aderir ao serviço de Internet que promete unir o mundo. De momento não só a cobertura é baixa, como o tempo de latência e custo do serviço é alto.

Starlink de Elon Musk já está disponível em Portugal

Star Link 4gnews
As inscrições no Starlink já estão disponíveis no website da empresa.

Para já não pode ser comparado com a qualidade entregue pelo serviço de Internet por fibra das operadoras no nosso mercado, sendo ainda um projeto embrionário. É, não obstante, a primeira etapa deste possível concorrente à MEO, NOS e Vodafone.

Aos interessados, no email enviado pela empresa, são avançadas velocidades de Internet entre os 50 aos 150 Mbps em ligação por satélite, ao passo que a latência é de 20 ms. Importa sublinhar que nesta primeira fase é provável que os utilizadores passem por períodos de quebra de ligação durante alguns momentos. Algo que deixará gradualmente de ser um problema.

Recordamos, contudo, que a empresa de Elon Musk prometeu velocidades até 300 Mbps até ao final de 2021, uma duplicação dos valores máximos atuais entregues pelo Starlink em Portugal.

O novo serviço de Internet por satélite já está disponível

Starlink em Portugal
Exemplo de aplicação ao Starlink na área de Guimarães e Braga.

O serviço de Internet por satélite da SpaceX é garantido atualmente por mais de 1000 satélites em órbita. À medida que este valor aumentar, também a qualidade do serviço melhorará, relembrando que a empresa tem colocado uma média de 60 novos satélites em órbita a cada novo lançamento. Desse modo, até ao final de 2021 as melhorias no serviço de Internet prometem ser significativas.

Como vemos acima, o custo de instalação do hardware - os equipamentos necessários como a antena parabólica para aderir ao Starlink em Portugal são elevados, na ordem dos 500 euros.

A isto somam-se outras despesas acessórias como o custo de envio e manutenção. Note-se ainda que o primeiro pagamento (sinal) é de 99 euros para marcar presença na lista de espera.

O complemento aos serviços da MEO, NOS e Vodafone Portugal

Este é o primeiro passo na implementação de um serviço que quer trazer Internet às regiões mais remotas do mundo. Esse é o objetivo e missão da Starlink que agora chega a Portugal, não propriamente para competir com a MEO, NOS e Vodafone, mas sim para unir o país, continente e Mundo com os seus satélites.

A entrega do serviço de ligação à Internet fixa por fibra e móvel em 4G e 5G manter-se-á no domínio da MEO, NOS e Vodafone. Mas, para as zonas em que estas três grandes não têm cobertura, o Starlink afigura-se como uma solução plausível.

Tudo depende agora da normalização do serviço e flexibilização dos encargos financeiros.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.