Spotify Wrapped: conhece os teus artistas mais ouvidos em 2020

Bruno Coelho
Comentar

O Spotify é o serviço de streaming mais usado no mundo. E tornou-se já tradição o lançamento do ‘Wrapped’ em inícios de dezembro. Esta iniciativa visa oferecer a cada utilizador os principais dados do que mais ouviu na plataforma nesse ano.

Desta vez não é diferente, e o Spotify já disponibilizou o teu ano em análise. Assim podes saber quais as músicas que marcaram os teus primeiros 11 meses do ano, e agora com algumas mexidas.

A grande novidade do Wrapped em 2020 é que a versão mais personalizada está disponível apenas na versão mobile da sua app, para Android e iOS. E esta é mostrada sob a forma de “Histórias” à la Instagram.

Caso não estejas a par das novidades, o Spotify prepara-se para introduzir este formato na sua plataforma. Embora, para já seja apenas um teste. O Wrapped em termos estatísticos não mudou.

Vais continuar a poder saber qual o teu género favorito, quantos artistas novos descobriste este ano ou quantas horas passaste a ouvir o teu podcast, ou artista preferido. E este ano a coisa foi apimentada com perguntas de escolha múltipla.

A certa altura o Spotify testa os teus conhecimentos sobre aquilo que tu próprio ouviste durante o ano. Sabes qual foi o teu artista mais ouvido este ano? No final, e como sempre, podes deliciar-te com uma playlist com as 100 músicas mais ouvidas deste ano pela tua pessoa.

É importante referir que o Wrapped está disponível para todos os utilizadores, sejas premium ou não. Acede ao teu Wrapped Spotify de 2020, e partilha as experiências com os teus amigos.

Editores 4gnews recomendam:

  • Spotify copia o Instagram à descarada e traz nova funcionalidade que ninguém pediu!
  • Spotify revela os artistas mais populares de 2020! Conhece todos os 'vencedores'
  • YouTube revela os vídeos e canais mais populares de 2020!
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.