Spotify contra-ataca Apple e lança serviço de subscrição de podcasts

Carlos Oliveira
Comentar

A Apple deu o mote na semana passada com a introdução de monetização no seu serviço Apple Podcasts. Hoje (27), o Spotify faz o mesmo e anuncia oficialmente o seu serviço de subscrição de podcasts.

Este novo serviço será lançado inicialmente apenas nos Estados Unidos. No entanto, o serviço de streaming sueco informa que o mesmo será disponibilizado globalmente "nos próximos meses".

Serviço de subscrição de podcasts beneficiará sobretudo os criadores de conteúdo

O objetivo primário do novo serviço do Spotify é oferecer monetização a todos os criadores dos podcasts presentes na plataforma Anchor. Será um novo meio de alcançar recompensas monetárias com o seu trabalho sem terem de recorrer a alternativas para o mesmo fim.

Spotify

Os autores poderão assim publicar episódios que apenas estarão acessíveis aos seus ouvintes mediante uma subscrição. O acesso livre e gratuito continuará a ser possível, cabendo aos criadores definirem o que querem "oferecer" e o que querem ver recompensado.

Já o ouvinte saberá facilmente quando se encontra perante um episódio pago. Um ícone de cadeado vigorará onde habitualmente temos o botão de reprodução, caso este esteja perante um podcast que ainda não tenha subscrito.

O valor que os ouvintes terão de despender para aceder a esse podcast ficará ao critério do seu criador. O Spotify faculta aos criadores de conteúdo três modalidades para escolha: $2,99, $4,99 ou $7,99.

Já os criadores estarão isentos de taxas nos próximos dois anos. Será apenas em 2023 que o Spotify começará a cobrar pela permanência neste plano, com uma taxa de apenas 5% sobre as transações realizadas.

Spotify

Subscrições não poderão ser feitas dentro da app do Spotify

Tal como referido supra, este serviço de subscrição de podcasts chega através da plataforma Anchor. Será nesta que os criadores terão de publicar o seu conteúdo e será também nela que os ouvintes o poderão subscrever.

Esta decisão não vem por acaso, até porque permitirá ao Spotify isentar-se da taxa que a Apple cobra sobre todas as transações oriundas de aplicações presentes na App Store. Certamente que isso teve grande influência nas taxas que o serviço vai colocar aos seus parceiros.

Não obstante da relevância da plataforma Anchor, os ouvintes poderão descobrir novos podcasts através da aplicação do Spotify. Caso encontrem algo do seu agrado, a descrição desse conteúdo terá um link que guiará o ouvinte para o local onde o poderá subscrever.

O Spotify salienta que este serviço será benéfico tanto para criadores de conteúdo como para os ouvintes. Os primeiros passarão a ter um novo método de serem recompensados pelo seu trabalho, ao passo que os ouvintes terão a garantia de que ouvirão o conteúdo que realmente adoram.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.