Spotify confirma o uso dos dados da pesquisa por voz para direcionar anúncios

Carlos Oliveira
Comentar

O Spotify lançou esta semana a possibilidade de fazermos pesquisas por voz dentro da sua aplicação Android. Com a frase "Hey Spotify" uma determinada música, banda ou lista de reprodução fica à distância de um pedido verbal.

Agora, o serviço de streaming de música vem confirmar em que moldes esta pesquisa por voz funciona. Um esclarecimento que vem confirmar os receios dos mais sensibilizados para a questão da sua privacidade.

Os teus comandos de voz terão influência nos anúncios apresentados no Spotify

Com o lançamento da página de perguntas frequentes deste serviço ficamos a saber que o Spotify utilizará os nossos comandos de voz para direcionar anúncios. Os dados recolhidos nessa interação terão influência direta nos anúncios que a plataforma te providenciará.

Spotify

O serviço de streaming justifica esta medida para "fornecer-te publicidade que seja mais relevante para ti". Algo que é ainda mais alarmante é o facto de o Spotify partilhar essa informação com outros serviços.

Fica igualmente esclarecido o uso destas informações para traçar um perfil dos seus utilizadores. A plataforma diz querer tirar proveito dos dados recolhidos para te conhecer melhor e aos teus gostos.

Spotify garante que não grava as tuas conversas

Como em qualquer assistente virtual, para que esta desperte é necessária uma frase específica. No caso do Spotify, temos o "Hey Spotify" e só com uma escuta constante é que o serviço será capaz de detetar essa palavra-chave.

Para os preocupados com a eventual gravação das suas conversas, o Spotify descansa-os afirmando que não grava nenhum desses dados. Ele grava "trechos de alguns segundos", porém, estes são automaticamente eliminados caso não seja proferida a célebre frase.

A plataforma reforça que a pesquisa por voz é opcional, estando do lado do utilizador o poder de a habilitar ou desabilitar caso assim o entenda. Facilmente encontrarás essa opção nas definições da aplicação para Android do Spotify.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.