Sony LinkBuds S: fuga de informação mostra design que desilude

Bruno Coelho
Comentar

Os Sony LinkBuds chegaram ao mercado no início deste ano como uma proposta verdadeiramente única no mercado. Estes foram desenhados para poder ser usados um dia inteiro, deixando entrar o som do exterior como se não os estivesses a usar.

São o contrário do que utilizadores que queiram cancelamento de ruído necessitam. Figuram-se como uma ótima solução para quem quer estar a trabalhar ou em lazer, sem perder qualquer noção do que se passa à volta.

Sony LinkBuds S podem chegar com design bem diferente do modelo original

Mas segundo uma fuga de informação, os seus sucessores Sony LinkBuds S, podem desiludir os fãs do primeiro modelo. As imagens partilhadas por Snoopy Tech mostram que podem não passar de uns Sony WF-1000XM4 mais básicos.

Sony LinkBuds S/WF-LSN900Truly Wireless Noise Canceling Earbuds-Seamlessly shift from ambient sound to advanced noise-canceling and enable automatic playback that learns from your behaviour. pic.twitter.com/eZs595rLnE

— SnoopyTech (@_snoopytech_) 21 de abril de 2022

Este modelo não apresenta o buraco para deixar entrar o som exterior, pelo que não passam de mais uns auriculares “normais”. Segundo a fonte, terão modo ambiente e cancelamento de ruído ativo.

Além destas características, é de esperar que o design propicie uma melhor qualidade de som nos Sony LinkBuds S. Segundo estas imagens, poderão estar disponíveis para compra em preto, branco e dourado.

Recorde-se que os Sony LinkBuds originais chegaram ao mercado por 180 €. Embora possam ser encontrados na Amazon de Espanha à data de escrita deste artigo por apenas 125,61 € com entrega gratuita para Portugal.

Caso queiras conhecer melhor esses auriculares Bluetooth, podes consultar a minha análise aos Sony LinkBuds. Não existe data provável para o lançamento dos Sony LinkBuds S.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.