Snapdragon 8 Gen 2 mostra desempenho superior ao A16 Bionic

Carlos Oliveira
Comentar

O youtuber Golden Reviewer decidiu colocar à prova o desempenho do Snapdragon 8 Gen 2 contra o A16 Bionic da Apple. As suas conclusões demonstram que, pela primeira vez em vários anos, o componente da Qualcomm demonstrou um desempenho superior.

Este é o mais recente capítulo da rivalidade entre os componentes da Qualcomm e da Apple. Desta feita, o processador da Qualcomm conseguiu superar o seu maior rival, especialmente no que concerne ao seu desempenho gráfico.

20 mins sustained graphic load 3DMark Stress Test:#Snapdragon8Gen2 > 1.4X #AppleA16🤔🤔🤔 pic.twitter.com/oKCVLM2hMm

— Golden Reviewer (@Golden_Reviewer) 22 de dezembro de 2022

Qualcomm conseguiu finalmente superar o seu maior rival desenvolvido pela Apple

Para a aferição destas conclusões, Golden Reviewer colocou lado-a-lado um Vivo X90 Pro+ e um iPhone 14 Pro Max. Ambos os equipamentos foram submetidos ao teste Wild Life Extreme Stress da plataforma 3D Mark onde, durante 20 minutos, são sujeitos a um dos mais exigentes testes do mercado.

Os resultados dão como vencedor deste confronto o Snapdragon 8 Gen 2, com uma superioridade digna de nota. A melhor pontuação obtida pelo processador da Qualcomm foi de 3757 pontos contra os 3354 obtidos pelo A16 Bionic da Apple.

Até na menor pontuação obtida neste teste o novo processador da Qualcomm consegue superar o seu rival. Com efeito, o Snapdragon 8 Gen 2 obteve 3390 pontos contra os 2348 pontos obtidos pelo A16 Bionic.

Não só do desempenho bruto se destaca o Snapdragon 8 Gen 2, mas também da sua fiabilidade. Segundo o teste da 3D Mark, o chip da Qualcomm apresenta uma estabilidade de 90,2% contra os 70% do componente da Apple.

Durante anos, a Qualcomm viu-se alvo de chacota por não conseguir desenvolver um processador capaz de superar a oferta da Apple. Mas de acordo com os dados que agora partilhamos, parece que esse cenário é já parte do passado.

Algo que fica por esclarecer neste teste são as temperaturas atingidas pelos processadores em teste. Os componentes da Qualcomm têm uma tendência de sobreaquecimento, sobretudo desde que migraram para a arquitetura de 64-.bits.

Estas informações são mais importantes para os ávidos consumidores de tecnologia. O utilizador comum, que quer apenas que o seu smartphone funcione sem engasgos, ficará perfeitamente satisfeito com qualquer um destes processadores.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.