smartphones Nokia 3 Nokia 5 Nokia 6 Smartphone Android Nokia 6 Portugal
2017 ficará para sempre marcado como o ano em que a marca voltou ao mercado dos smartphones

2017 ficará para sempre marcado como o ano em que a mítica marca finlandesa regressou ao mercado dos smartphones. Agora sob o comando da (também finlandesa) HMD Global, assistimos a uma apresentação de produtos na última Mobile World Congress Barcelona. Lá, na capital da Catalunha ficamos a conhecer os Nokia 3, Nokia 5 e Nokia 6.

Vê ainda: 6 Dicas para capturar a essência da fotografia com Smartphone

Todos estes smartphones adotam o sistema operativo Android e todos eles, com particular destaque para o telemóvel 3310 (edição 2017 – entretanto também já conta com uma edição equipada com conectividade 3G) foram recebidos por uma comunidade tecnológica em êxtase.

   

O saudosismo era notório mas, para além deste entusiasmo inicial, como tem sido a aceitação dos novos Nokias pelo grande público?

Como foi a procura pelo Nokia 3, Nokia 5 e Nokia 6?

Em nosso socorro vem a agência IDC (International Data Corporation) com as suas habituais análises de mercado e dos respectivos volumes de vendas de cada construtora e está na hora de olhar para os números da marca cujo lema era e é “Connecting People”.

Em primeiro lugar, segundo o senhor Francisco Jeronimo da IDC, a construtora finlandesa terá expedido cerca de 1.5 milhões de smartphones durante a primeira metade de 2017 (até ao final de junho de 2017). Esta pedaço de informação foi divulgado através do seu próprio Twitter que podem encontrar no final do artigo.

Ora, estes 1.5 milhões de smartphones incluem os Nokia 5, Nokia 6 e Nokia 3 que chegaram aos mercados durante o segundo trimestre de 2017 (Q2). Importa ainda referir que as vendas durante o primeiro trimestre (Q1) foram praticamente nulas uma vez que nenhum destes smartphones se encontrava disponível a não ser na China e mesmo aí só durante algumas vendas relâmpago.

A Nokia ainda tem um longo caminho pela frente

Já durante o segundo trimestre de 2017 (Q2), a HMD Global obteve uma quota de mercado irrisória com 0,4% deste mercado mobile e aqui estamos a falar dos dispositivos que foram expedidos durante este segundo trimestre do ano.

É uma cifra muito envergonhada é certo mas, nas palavras de Francisco Jeronimo da IDC ” é um ótimo começo considerando que as vendas só começaram durante o segundo trimestre”. Aqui em Portugal os smartphones demoraram ainda mais a chegar e só agora começam a ser uma presença familiar nas lojas físicas.

Nokia 6, Nokia 3, Nokia 5 HMD Smartphone Android Nokia 9 smartphones
Este é o novo topo de gama da marca, o novo 8 da HMD!

Francisco acrescenta ainda que a HMD Global é a 11ª marca mais popular na Europa e a 5ª marca mais procurada no seu país natal, a Finlândia. O analista termina dizendo que a HMD tem perfeita noção dos desafios que tem pela frente e que daqui a 12 a 18 meses a empresa planeia chegar ao 5º lugar das marcas mais procuradas no continente europeu.

Certo é que estes números aumentarão durante o terceiro (Q3) e quarto trimestre (Q4) de 2017, ainda por cima agora que até o Nokia 8 (atual topo de gama) já chegou às lojas. Neste momento será de extrema importância para a HMD vender todo o stock que produzam para que o negócio continue rentável.

Futuro da marca dependerá muito dos smartphones Nokia 3, Nokia 5 e Nokia 6

O renascer de uma marca não se opera da noite para o dia e, aqui na 4gnews, apesar de continuarmos às escuras quanto aos verdadeiros méritos e possíveis falhas dos Nokia 3, Nokia 5, Nokia 6 e até mesmo do 8, esperamos que a mítica marca finlandesa volte a crescer, em força, neste mercado cada vez mais competitivo!

É ainda minha opinião que a marca não se deverá aventurar, para já, no mercado dos topos de gama premium uma vez que este é um dos segmentos que regista menos vendas de unidades e, ainda que seja extremamente apetecível (é aqui que a margem de lucro é maior por cada unidade vendida), representaria um risco se a construtora não conseguisse vender todo o potencial stock.

Todos queremos ver um Nokia 9, eu sei, também eu quero! Contudo, neste momento acho que a marca deveria apostar mais, mais e mais no marketing e divulgação das suas ofertas de gama baixa e gama de entrada pois são estes os aparelhos que mais unidades vendem.

Para mais informações sobre a esta marca e tudo o que é tecnologia falada em português segue a 4gnews. Acompanha-nos no FacebookInstagram e claro, no YouTube onde terás também as nossas LiveCasts semanais.

Qual é o ponto forte destes novos smartphones?

Para já é imperativo dar a conhecer a “nova Nokia” à grande massa de consumidores e tal deverá ser efetuado através das parcerias com operadoras, pontos de contacto, acções de marketing e de preferência com a aprovação dos sites especializados de tecnologia. Veja-se a Huawei que publicita os selos de aprovação de 4gnews bem ao lado do seu P10 e P10 Plus.

Qual a tua opinião sobre os novos smartphones da Nokia? Qual é o seu principal ponto de destaque face à enorme variedade de aparelhos que a concorrência tem para oferecer?

Outros assuntos relevantes:

Em breve terás a App de Bateria do Google Pixel na Google Play Store

Huawei Mate 10 Lite poderá custar 349€ na Europa

HTC regista um animador aumento das receitas em Setembro