Um smartphone 'flagship' em vidro tem de ter carregamento sem fios

Filipe Alves

Um smartphone flagship em vidro tem de ter carregamento sem fios

Há uma semana perguntamos a todos os leitores da 4gnews se acreditavam que um smartphone topo de gama, ou flagship, com construção em vidro necessitaria "obrigatoriamente" de oferecer carregamento sem fios. A vossa resposta foi maioritariamente positiva, contudo, convém explicar os quês e porquês.

Os smartphones topos de gama têm no último ano mudado a sua construção para o vidro. Aliás, terminais de gama-média começam a oferecer esta construção.

Vê ainda: Smartphone dobrável: Xiaomi e OPPO já escolheram o seu fornecedor

A Samsung foi uma das primeiras a oferecer tal construção num smartphone com o Samsung Galaxy S6. O topo de gama ofereceu uma construção seriamente superior à concorrência da altura e lançou um desafio ainda maior para os concorrentes.

Nos dias de hoje a maior parte dos terminais aclamados como "flagships" contam com tal construção. Temos os iPhone, Galaxy S9, Note 9, P20, LG G7, OnePlus 6, Xiaomi Mi 8, Mi Mix 2S e mais uma quantidade deles.

Huawei P20 Pro é um smartphone topo de gama de vidro que não incluiu carregamento sem fios

Não há dúvidas que a apresentação dos iPhones 8 e X deram um impulso maior nesta construção. Tanto no vidro como na questionável notch.

Android Google Huawei P20 Pro

Todavia, muitos destes equipamentos continuam a recusar a implementação do carregamento sem fios. Este é o caso do Mi 8, OnePlus 6 ou até dos Huawei P20 e P20 Pro.

No caso do Huawei P20 Pro acredito que o problema seja maior. O terminal chegou ao mercado por 900€ sem tal possibilidade.

Um smartphone flagship em vidro precisa de ter carregamento sem fios?

O problema é que quando os fabricantes introduzem uma construção de vidro existe uma maior fragilidade do smartphone. No final da dia o vidro é mais frágil que o metal.

Por isso é que fico feliz ao ver que 58% dos leitores 4gnews acredita que um flagship com construção em vidro deveria obrigatoriamente oferecer carregamento sem fios. Se o terminal é mais frágil, pelo menos que introduzam uma nova tecnologia.

Sinceramente estava à espera que o "sim" fosse mais alto que o que é. Acredito plenamente que assim que os utilizadores que votaram "não" tenham uma interação mais consistente com a tecnologia que a opinião possa mudar. Mesmo assim, consigo respeitar que prefere uma bateria com mais 200 ou 300 mAh do que um carregamento sem fios.

Editores 4gnews recomendam:

Huawei Mate 20 Pro ainda não foi revelado e já se fala no Huawei P30

Sony Xperia XZ3 com preço bem “puxado” na Europa

Google Measure: Uma aplicação obrigatória no teu Android

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.