Samsung poderá produzir o Qualcomm Snapdragon 855 na litografia 7nm

Carlos Oliveira
Samsung Qualcomm Snapdragon 855
A Samsung poderá continuar a produzir os novos Snapdragon ©BGR

Samsung e Qualcomm são duas grandes empresas do mercado tecnológico e, ao mesmo tempo, concorrentes e parcerias. Concorrentes pelo facto de ambas possuírem processadores topos de gama. Parceiras pelo facto de ser a sul-coreana a desenvolver os SoC´s da americana - e a utilizá-los -, algo que poderá manter-se com o próximo Qualcomm Snapdragon 855.

Nos últimos dois anos tem cabido à sul-coreana a produção dos processadores topo de gama Snapdragon. A Qualcomm tem delegado esta tarefa ao departamento de semi-condutores da Samsung, que é já o maior do mundo tendo ultrapassado, inclusive, a Intel.

Vê ainda: Xiaomi Black Shark, o primeiro vislumbre do novo smartphone Android

De ano para ano, o objetivo é tornar os novos processadores mais capazes e mais eficientes. Afinal de contas, os utilizadores pretendem equipamentos cada vez mais potentes e com maior autonomia.

Ora, uma das formas de se alcançar tal tem que ver com as tecnologias de desenvolvimento destes componentes. Uma delas é a sua litografia, normalmente retratada em nanómetros. Quanto menor for o número atribuído mais potente e eficiente será o esse processador.

Esta tecnologia de produção tem como objetivo reduzir a distância entre os vários transístores que compõem um processador. Assim sendo, quanto menores forem estes pequenos componentes mais unidades poderão ser incluídas num mesmo espaço físico. É assim que se consegue dotar um determinado SoC de uma maior capacidade de processamento.

Samsung Galaxy S9 Qualcomm Snapdragon 845

Atualmente, o melhor processo de litografia presente no mercado é o de 10nm. É esta a litografia sobre a qual foram desenvolvidos alguns dos melhores processadores do mercado na atualidade. É sobre esta técnica que a Samsung desenvolveu os Snapdragon 835 e 845.

Qualcomm Snapdragon 855 poderá voltar às linhas de produção da Samsung

Para o próximo ano espera-se pela apresentação do novo Snapdragon 855 e que o mesmo seja já desenvolvido sobre a técnica de 7nm. Rumores anteriores davam conta de que este SoC poderia vir a ser desenvolvido pela TSMC. Isso será algo que caberá à Qualcomm decidir mas facto é que a Samsung já é capaz de produzir processadores em 7nm.

Os engenheiros da Samsung Electronics já terminaram o desenvolvimento do processo de produção de processadores em 7 nanómetros. Para tal é utilizado um equipamento de extrema exposição ultravioleta. Importa frisar que a conclusão deste processo estava planeada apenas para a segunda metade deste ano.

Com efeito, foi com natural pompa e circunstância que a sul-coreana divulgou a boa-nova. Afinal de contas, quem não se quererá gabar de ter alcançado um dos seus objetivos com cerca de meio ano de antecedência.

Depois desta novidade, não faltam já rumores a darem conta de que o futuro Qualcomm Snapdragon 855 possa ser produzido pela Samsung. Estes adiantam que a empresa americana já está a preparar o envio de exemplares do seu próximo processador de topo para a Coreia do Sul.

Alcançado esta marco, a Samsung está já a olhar para o futuro. Tal como a sua concorrente TSMC, a sul-coreana está já a preparar-se para avançar para o desenvolvimento da litografia 5nm com uma linha dedicada para o efeito.

Assuntos relevantes na 4gnews:

OnePlus 6. Já sabemos o preço das 3 variantes deste Android

Huawei Honor 10. Smartphone Android revelado em imagens reais

Xiaomi Mi Mix 2S já está em pré-venda com preço competitivo

Fonte | Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.