Samsung Galaxy Z Fold 2: Imagem real mostra-nos como será o próximo smartphone dobrável da Samsung

Filipe Alves
Comentar

A Samsung está prestes a revelar um novo smartphone. O Samsung Galaxy Z Fold 2 chegará de forma oficial no lançamento do Samsung Galaxy Note 20 no dia 5 de agosto.

Hoje temos, finalmente, uma imagem real do novo smartphone dobrável. Infelizmente a imagem não é perfeita ao ponto de conseguirmos ter ideia de todos os seus pormenores, porém, já não é mau podermos ver o terminal antes da sua revelação oficial.

Este é o Samsung Galaxy Z Fold 2

Samsung Galaxy Z Fold 2

Na imagem podemos ver que a ideologia do primeiro Fold continua de pé. Ou seja, é um telemóvel que se abre para te dar um tablet. Esta foi a primeira abordagem da Samsung nos smartphones dobráveis e parece que foi bem sucedida ao ponto de lançarem um segundo modelo com as mesmas características.

Desta imagem tiramos que a Samsung nos dá um telemóvel dobrável com 5G e pode-se confirmar o nome "Samsung Galaxy Z Fold 2". Contudo, o mais interessante é na sua câmara frontal.

Os rumores não referiam se este novo modelo contaria com aquela enorme notch para as câmaras frontais e parece que não o trará. Podemos ver na imagem (que teve de ser iluminada no photoshop), que apenas contamos com um pequeno buraco no ecrã. Ou seja a interação com este Samsung Galaxy Z Fold 2 será bem mais interessante que no primeiro modelo.

Algo que não conseguimos ver nesta fotografia mas que os rumores insistem em referir é que o ecrã exterior será consideravelmente maior que o antecessor.

Ou seja, na parte "de fora" do smartphone contaremos com um ecrã idêntico a qualquer outro smartphone. Resta-nos saber se realmente acontecerá. Faltam poucos dias para a revelação oficial e, como sempre, poderás ver a apresentação connosco em direto.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.