Samsung Galaxy Watch: novo estudo revela que tem uma precisão de 98% nos dados biométricos

Mónica Marques
Comentar

Um novo estudo do American Journal of Clinical Nutrition indica que as leituras biométricas que a série Galaxy Watch fornece tem uma precisão de 98%.

A publicação clínica de referência norte-americana vai mais longe e afirma que as informações do smartwatch Samsung podem ser comparados aos resultados fornecidos por um laboratório.

Samsung Galaxy Watch fornece uma precisão de 98% nas informações biométricas

Samsung Galaxy Watch 4
O Samsung Galaxy Watch 4 fornece uma precisão de 98% nos dados biométricos Crédito@Samsung

A Samsung não podia ter recebido melhores notícias para a sua série de wearables. Um estudo recente publicado pelo conceituado American Journal of Clinical Nutrition mostra que as informações biométricas fornecidas pelo smartwatch da gigante sul-coreana são equivalentes às informações obtidas por laboratórios da especialidade.

Segundo o estudo publicado o Galaxy Watch tem uma precisão de 98% em algumas das suas informações biométricas.

É importante salientar que o modelo utilizado no estudo foi o Galaxy Watch 4 e que os resultados registados por este smartwatch foram depois comparados com os resultados obtidos pelos laboratórios da Louisiana State University, do Pennington Biomedical Research Center e ainda do University of Hawaii Cancer Center.

No estudo foram considerados, sobretudo, cinco indicadores de composição corporal:

  • Massa corporal sem gordura
  • Massa corporal com presença de gordura
  • Músculo esquelético
  • Taxa metabólica básica
  • Quantidade de água no corpo

Mas não é apenas por fornecer informação precisa que o Galaxy Watch pode ser eficaz no combate à obesidade. Ter estas informações, à distância de um clique, disponíveis no pulso não só evita idas constante ao médico para realização de mais exames, como motiva os utilizadores a praticar mais atividade física.

O que deve (e não deve fazer) antes de uma medição de dados biométricos

O mesmo estudo, aliás, faz algumas recomendações na utilização do smartwatch da Samsung para que as informações biométricas obtidas sejam o mais precisas possível.

O estudo sugere então que as medições sejam feitas, numa base regular e sempre à mesma hora do dia, não sejam feitas em jejum ou depois de uma ida à casa-de-banho.

Mais: todas as medições não devem ser feitas depois de atividades que aumentem a temperatura corporal, como o exercício físico e um banho quente, e o corpo não deve estar em contacto com objetos de metal durante a recolha de dados biométricos. Por último, as mulheres devem evitar fazer medições durante o período menstrual.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira. Email:monicamarques@4gnews.pt