Samsung Galaxy S10 poderão chegar com carregamento sem fios reverso

Carlos Oliveira
Samsung Galaxy S10 carregamento sem fios
A Samsung poderá seguir caminho semelhante ao da Huawei

Os novos Samsung Galaxy S10 irá ser revelados, muito provavelmente, em fevereiro de 2019. Será uma vez mais no âmbito da maior feira mobile do mundo que a sul-coreana nos dará a conhecer os seus novos flagships. Equipamentos que certamente chegarão com possibilidade de carregamento sem fios.

Desde o Galaxy S6 que os topos de gama da sul-coreana são construídos em vidro. Construção essa que faculta o carregamento por indução / carregamento sem fios, característica que nem todos os smartphones de vidro oferecem ao seu utilizador.

Vê ainda: CUIDADO: Aplicação Android roubou milhares aos utilizadores via Paypal

Por conseguinte, os novos Samsung Galaxy S10 deverão herdar essa mesma ideologia. Aliás, neste momento a inclusão do carregamento sem fios nos próximos topos de gama não é sequer uma dúvida. Nesse sentido, a sul-coreana quererá dar uma nova possibilidade aos seus utilizadores.

Samsung Galaxy S10 terá carregamento sem fios reverso

De acordo com o que avança agora a publicação SamMobile, os novos Samsung Galaxy S10 contarão com carregamento sem fios reverso. Trocando isto por miúdos, serás capaz de carregar outros equipamentos utilizando a energia restante na bateria do teu smartphone.

Esta possibilidade foi avançada, em primeiro lugar, pela publicação Gizmodo. Tal sucedeu quando esta nos revelou, recentemente, os alegados preços de venda dos próximos topos de gama da sul-coreana. Segundo esta, tal funcionalidade ficará conhecida como Powershare, dado que também a SamMobile agora confirma.

Para além disto, a fonte das informações de agora adianta que esta funcionalidade será transversal às três variantes dos Samsung Galaxy S10. Por conseguinte, até mesmo o S10 Lite será portador da nova funcionalidade Powershare.

Ao passo que o carregamento sem fios começa a ser já um pouco mais rápido, o carregamento reverso revela-se ainda algo lento. Pelo menos são estes os relatos daqueles que fazem uso da mesma funcionalidade no Huawei Mate 20 Pro.

Todavia, não temos quaisquer indicações adicionais sobre a abordagem da sul-coreana à tecnologia. Não sabemos se o Powershare funcionará nos mesmos termos da proposta da Huawei ou se a Samsung será capaz de incluir algo mais vantajoso para o utilizador final.

Editores 4gnews recomendam:

Samsung Galaxy F. Eis o porquê do elevado preço do smartphone

Huawei P30 Pro: Topo de gama Android chegará com notch reduzida

Google Play Store: Faz o download e instala a mais recente versão (APK)

Fonte | Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.