Samsung Galaxy F. Eis o porquê do elevado preço do smartphone

Carlos Oliveira
Samsung Galaxy F smartphone
Protótipo do Samsung Galaxy F

A gigante sul-coreana deu-nos um vislumbre do seu smartphone dobrável na Developers Conference, em novembro. Aquele que se acredita ser o Samsung Galaxy F só chegará ao mercado em 2019, mas já tem feito manchetes por todo o mundo.

Os vários relatórios de analise de mercado mostram-nos que este se encontra em recessão. As razões para tal podem ser várias, mas uma das que podemos apontar é a falta de inovação.

Vê ainda: Samsung derrapa no segmento de gama média face à Xiaomi e OnePlus

Os smartphones são cada vez mais potentes, é certo, mas falta o efeito surpresa. Os consumidores estão na expectativa por uma nova grande revolução. Por conseguinte, aquilo de que muitos poderão estar ansiosos são os tão falados smartphones dobráveis.

Eis a lista de componentes do Samsung Galaxy F

De acordo com os rumores, o Samsung Galaxy F será dos primeiros gadgets do género a chegar ao mercado. Mais informações revelam-nos ainda que o seu preço de venda poderá rondar os 2000€. Uma valor que o tornará num smartphone de nicho.

Agora, com a divulgação da sua lista de componentes e respetivos preços, temos uma ideia mais concreta do porquê deste valor. Estas informações foram inicialmente divulgadas pela agência coreana CGS-CIMB Research.

Analisando a lista divulgada, rapidamente concluímos que os componentes mais caros do Galaxy F serão os seus ecrãs. Sim, este smartphone deverá chegar com um total de três ecrãs que custarão aos cofres da Samsung 218.8$. Em seguida na tabela, temos componentes mecânicos que irão custar à sul-coreana 87.5$.

Já as suas memórias terão um custo de 79$, ao passo que as suas câmaras irão custar 48.5$. Outro dado importante que deve ser referido é a bateria deste smartphone. Ao que tudo indica, serão incluídas duas células no Samsung Galaxy F que resultarão num cúmulo entre os 5000 e os 6000mAh. Algo que irá custar uns meros 9.2$.

Samsung Galaxy F Android 1
Será um dos dispositivos mais irreverentes do próximo ano caso tudo corra bem.

Totalizando todos os componentes, verificamos que cada unidade produzida custará à Samsung 636.7$. Aqui temos uma subida a rondar os 65% nos custos de produção face a equipamentos como o iPhone XS Max ou o Galaxy S9.

Samsung irá subir as margens de lucro neste smartphone

Segundo este relatório, a margem de lucro da sul-coreana para o seu Samsung Galaxy F irá subir para os 65%. Por conseguinte, temos aqui uma significativa subida nos lucros quando comparado com os 55% atualmente aplicáveis no Galaxy S9. Ainda assim, esta é exatamente a mesma margem de lucro aplicada no Apple iPhone XS Max.

Analisando agora as previsões para as vendas do Samsung Galaxy F, prevê-se que o smartphone possa vender cerca de 3.2 milhões de exemplares em 2019. No entanto, este número deverá subir consideravelmente para os 22 milhões até 2022.

Relativamente a preços, os analistas prevêem uma oscilação mais tímida ao longo dos próximo anos. Com efeito, em 2022 os valores para equipamentos deste género deverão rondar os 1.300$.

Editores 4gnews recomendam:

Samsung mostra como será o Android Pie na sua One UI (vídeo)

Huawei P30 Pro: Assim poderá ser o próximo smartphone topo de gama

Netflix está a testar nova funcionalidade extremamente polémica

Fonte | Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.