Galaxy S6 2

Com o nosso dia-a-dia cada vez mais atarefado e as nossas vidas cada vez mais exigentes e repletas de trabalho, torna-se crucial aproveitar ao máximo o tempo de que dispomos, aumentar a produtividade  e estimular o nosso cérebro para acompanhar este ritmo desenfreado. E quanto aos smartphones, será que estamos a retirar todo o proveito deles?

   

Ora, depois de ter utilizado os Samsung Galaxy S6 e Samsung Galaxy S6 Edge durante duas semanas em que cada um deles foi o meu equipamento diário, não pude deixar de reparar que alguns “truques” e atalhos da TouchWiz UI conseguem ser úteis na vida real, dão-nos um pouco mais de produtividade, algo que acabamos por dar valor, especialmente quando se é alguém atarefado.

Se outrora a interface TouchWiz era uma autêntica dor de cabeça devido à enorme quantidade de aplicações, funcionalidades, animações que, em última análise, sobrecarregavam o hardware e tornavam a experiência de utilização de um equipamento Galaxy, algo pouco fluído, uma coisa em que sempre foram pioneiros foi no Multi-Window, o expoente máximo do Multi-Tasking.

O primeiro topo de gama a incluir estas funcionalidades foi o Samsung Galaxy S3 em 2012, um dos mais icónicos equipamentos da marca até à data e desde então, a Samsung foi reforçando e aprimorando toda a experiência com várias janelas e várias aplicações a correr ao mesmo tempo para que possamos tirar um maior proveito dos ecrãs dos nossos dispositivos e claro, do nosso tempo.

Relacionado:Top 5 dos Prós e Contras do Samsung Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge

Torna-se bastante útil poder responder a uma SMS enquanto estamos a ver um vídeo no YouTube, a jogar alguma coisa ou simplesmente a ler os emails. Estas foram as situações da vida real em que acabei por reconhecer o mérito do Multi-Tasking nos Samsung Galaxy S6 e Samsung Galaxy S6 Edge, algo que seria ainda mais produtivo num ecrã maior como o da gama Note ou nos Galaxy Tab em que podemos dividir o ecrã, tirar notas, entre outras manobras de software.

Daquilo que usei e testei, podemos abrir duas aplicações ao mesmo tempo e dividir o ecrã, basta pressionar o botão das aplicações recentes, o botão à esquerda do botão Home e podemos ver a lista de aplicações que suportam a Multi-Window.

A partir desse menú podemos selecionar as duas aplicações que queremos usar e o ecrã dividir-se-à para as acomodar, podendo depois ajustar o tamanho de cada uma, minimizar ou maximizar cada uma delas, mais uma vez, funcionalidades abundam na TouchWiz UI e desta vez não digo isto no sentido pejorativo.

Apesar de, a meu ver, a TouchWiz ainda ter algumas infelizes aplicações a mais, redes sociais que não conseguimos desinstalar ou desactivar mesmo que não as usemos e uma miríade de atalhos ou opções, configurações sem fim e no final do dia, ficamos com a sensação de que o hardware poderia proporcionar uma experiência ainda mais fluída e com maior autonomia caso o utilizador pudesse fazer uma efectiva triagem daquilo que quer ou não quer no seu dispositivo.

Mesmo assim, dos vários equipamentos que utilizei, nenhum me deu tanta produtividade, nenhum me permitiu rentabilizar tão bem o meu tempo como os Samsung Galaxy S6 e Samsung Galaxy S6 Edge, merecendo assim esta pequena reflexão.

Talvez queiras ver:

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).