RIP Essential: Empresa do pai do Android fecha portas

Bruno Coelho
1 comentário

Em agosto de 2017 era lançado o Essential Phone. Um dispositivo que dividiu opiniões, e que tinha como grande bandeira um user interface bem próximo do Android puro.

A startup que o desenvolveu, a Essential, foi fundada por Andy Rubin, um dos pais do Android. Depois de quase três anos sem lançar um segundo smartphone, a empresa anunciou agora que vai fechar portas.

Essential Phone
Essential Phone lançado em 2017 foi o único smartphone da empresa

Essential Phone recebeu a última atualização a 3 de fevereiro

“Tomámos a diíficil decisão de interromper as operação e fechar a Essential”, pode ler-se no comunicado oficial partilhado pela empresa. Como resultado disto, a atualização recebida pelo Essential Phone a 3 de fevereiro, foi a última desenvolvida pela equipa de software da marca.

“O teu PH-1 vai continuar a funcionar mas nós não providenciaremos quaisquer atualizações adicionais ou suporte ao cliente”, adverte a Essential. Isto significa que que se por acaso tiveres um Essential Phone, ele vai ficar-se pelo Android 10.

Foram várias as vezes que noticiamos o facto de que a marca estaria a trabalhar num novo dispositivo. Este era referenciado como Project GEM, mas nunca verá a luz do dia depois desta notícia.

A grande vantagem do Essential Phone era o facto de receber atualizações bastante rápido e de forma regular. Os bugs foram muitos, e o smartphone dividiu-se entre os que o adoraram e os que o odiaram.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Football Manager e o cinema são dois dos seus escapes, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.