Adeus Note 7, a tua ausência será sentida.

A Samsung prometeu que divulgaria as razões que levaram aos graves acontecimentos em redor do seu Galaxy Note 7. As explosões que ocorriam nos dispositivos, já retirados do mercado, nunca foram devidamente explicadas e, só agora, isso acontecerá.

Deste modo, como havia ficado agendado, será já daqui a três dias, na próxima segunda feira dia 23 de janeiro, que a Samsung fará uma conferência em direito através de Live Streaming. Os motivos por detrás da problemática do Galaxy Note 7 serão, por isso, finalmente, explicados.

Samsung Galaxy S7

   

A conferência será toda ela, teoricamente, ditada apenas para a apresentação dos resultados da investigação em torno do Galaxy Note 7 da Samsung e, os oradores da mesma, deverão ser os próprios diretores da empresa.

Até que em fim se poderá justificar devidamente aos consumidores o porquê do seu smartphone poder explodir a qualquer momento, se é que isso não aconteceu. Contudo, e agora com um sorriso na cara ao escrever esta frase, a empresa coreana comprometer-se-á com o público em como nenhuma situação semelhante voltará a acontecer para com um terminal seu.

Por fim, resta dizer que esta conferência dar-se-á às 10 horas da manhã de segunda feira na Coreia do Sul, ou seja, 1h da manhã em Portugal Continental (do dia 23) e às 23h da noite (do dia 22) em Brasília. Agora só é preciso aguardar para percebermos o que realmente aconteceu e que esperamos não vir a acontecer, por exemplo, com o Galaxy S8.

Talvez queiras ver:

Bixby será capaz de usar a câmara do Galaxy S8 para pesquisa visual

Huawei P10: o primeiro olhar ao próximo “Flagship”

Ainda compensa comprar smartphones premium em 2017?