Queres um iPhone 14 Pro para este Natal? Em Portugal, tens de esperar até ao Ano Novo

Mónica Marques
Comentar

Se estás à espera de receber um iPhone 14 Pro ou iPhone 14 Pro Max neste Natal, tal não vai acontecer.

O prazo de entrega dos smartphones mais avançados da Apple acaba de se prolongar no tempo e em vários países, nos quais Portugal está incluído, estes modelos só vão chegar a tempo do Ano Novo.

Prazo de espera para receber o iPhone 14 Pro e 14 Pro Max aumentou

iPhone 14 Pro
iPhone 14 Pro e iPhone 14 Pro Max com tempos de espera para entrega de quatro semanas Crédito@Apple

Desde o lançamento da nova série iPhone 14 que os modelos mais avançados são os que estão a registar uma procura maior. Ao longo do mês de outubro e novembro, o prazo de entrega destes terminais foi gradualmente aumentando.

E, atualmente, em alguns países, inclusive Portugal, se encomendarmos hoje um iPhone 14 Pro ou 14 Pro Max só vamos recebê-lo no dia 29 de dezembro, visto que o tempo de espera está situado nas quatro semanas.

Este pode ser um revés para a Apple que conta sempre com a época do Natal para aumentar significativamente as suas vendas, a nível global.

Já o iPhone 14 e iPhone 14 Plus não sofrem do mesmo problema. Em Portugal, encomendando hoje um destes dois modelos, recebemos os terminais nas nossas mãos daqui a dois dias apenas.

Surto de Covid-19 e protestos na China interferem na linha de produção da Apple

Mas não é apenas a procura elevada dos modelos Pro do iPhone 14 que está a levar a aumentos significativos no tempo de espera para receber os terminais.

Outras situações, alheias à Apple, têm afetado significativamente e de forma prejudicial, a linha de produção do smartphone. Em primeiro lugar, um novo surto de Covid-19 levou as autoridades chinesas a decretarem um confinamento obrigatório.

Esta medida, decorrente da política chinesa zero casos Covid-19, impedia os trabalhadores da Foxconn – uma das fábricas mais relevantes na produção do iPhone 14 – de saírem ou entrarem nas instalações fabris.

O facto deste confinamento se ter prolongado no tempo levou a que a massa laboral iniciasse uma onda de protestos que acabou em confrontos violentos com as autoridades locais.

Tudo somado, e uma vez que não está claro se a situação de desacatos civis já foi resolvida, a produção do iPhone 14 tem sofrido algumas paragens inesperadas.

Ainda que seja totalmente alheia a esta situação, a Apple poderá tentar diminuir os prazos de entrega dos seus modelos Pro, aumentando a produção do smartphone que está localizada na Índia. Mas, a empresa de Cupertino, ainda não fez qualquer comentário a esta situação e, por isso, não podemos confirmar que esta será uma estratégia a dotar no futuro próximo.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira. Email:monicamarques@4gnews.pt