Qualcomm Snapdragon 7 Gen 2 revela os primeiros segredos

Rui Bacelar
Comentar

O Qualcomm Snapdragon 7 Gen 1 foi anunciado no início deste ano como novo padrão de desempenho, eficiência e conetividade para o segmento de gama média / alta. É um chip quase de gama alta, consideravelmente mais barato e com boa relação qualidade / preço. Agora, ficamos a conhecer os primeiros detalhes do seu sucessor, o Qualcomm Snapdragon 7 Gen 2.

Todavia, a adoção desta primeira geração não foi tão significativa como seria de esperar, muito em parte devido ao facto de as principais fabricantes como a Samsung, Xiaomi, OPPO e Vivo estarem ainda a usar alguns SoC's de geração anterior e, em simultâneo, vários processadores da MediaTek, sobretudo neste segmento de mercado.

O que esperar do Qualcomm Snapdragon 7 Gen 2

Qualcomm Snapdragon 7 Gen 2

As informações aqui vertidas baseiam-se na fuga de informação perpetrada pelo prolífero leaker Roland Quandt através da rede social Twitter. Esta fonte tem um bom histórico de fiabilidade e, apesar de não podermos descartar a possibilidade destes dados estarem errados, somos levados a acreditar na sua tese.

Em causa está o chipset Qualcomm com o número de modelo SM7475, ainda que não seja certa a sua posição no portefólio da própria tecnológica norte-americana. Não obstante, tudo aponta para que este seja o Snapdragon 7 Gen 2.

Qualcomm SM7475. First Snapdragon 7 series with tri-cluster design. 1x prime core, 3x gold, 4x silver. 2,4xx GHz on the prime and gold cores, 1,8 GHz on silver (in testing)

— Roland Quandt (@rquandt) 5 de outubro de 2022

Por outro lado, em vez de Snapdragon 7 Gen 2 este chip identificado pelo número SM7475, pode ser apelidado Snapdragon 7+ Gen 1 à semelhança do que sucedeu este ano com o chipset topo de gama. A saber, tivemos o Snapdragon 8 Gen 1, e em seguida, o Snapdragon 8+ Gen 1 da mesma fabricante.

Chipset terá 3 grupos de núcleos com frequência máxima de 2,4 GHz

O próximo processador terá um total de três clusters ou grupos de núcleos. A saber, contamos com um "Prime", três "Gold" e quatro "Silver", numa configuração que se revela habitual desde 2020.

As frequências de processamento para o núcleo prime deverão chegar aos 2,4 GHz para as tarefas intensas e exigentes. Em seguida, para os núcleos gold contamos com uma frequência máxima similar, provavelmente a 2 GHz.

Por fim, para os núcleos silver, mais modestos no consumo energético, teremos uma frequência máxima de 1,8 GHz, para as tarefas mais banais do smartphone.

Até ao momento não temos mais informações sobre este possível Snapdragon 7 Gen 2. Contamos, porém, com uma maior eficiência energética, bem como uma melhoria geral do desempenho face à atual geração deste processador de gama média / alta.

Por fim, com o certame Snapdragon Summit a ter lugar no final do próximo mês de novembro, contamos não só com o Snapdragon 8 Gen 2, mas também com este possível Snapdragon 7 Gen 2. Até lá, como sempre, ficaremos atentos às novidades.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@4gnews.pt