Qualcomm Snapdragon 450
Qualcomm apresenta o novo Snapdragon 450

A Qualcomm fabrica atualmente os processadores (SoC’s) mais populares para smartphones e dispositivos móveis e acabou de apresentar o Snapdragon 450. Os seus Snapdragon’s desfrutam de uma grande popularidade junto do grande público e os únicos que conseguem ter um nível de confiança semelhante são os Apple A da gigante de Cupertino. Para além da Qualcomm temos ainda os Kirin da Huawei, o novo Surge da Xiaomi e claro, os MediaTek que continuam em último lugar no ranking de preferência do público.

Vê ainda: Honor 9 – Primeiras Impressões e todas as novidades!

Nem só de topos de gama (flagships) vive o mercado. Para proporcionar uma melhor experiência de utilização e melhor autonomia para os equipamentos de gama média e gama média-baixa, a Qualcomm lançou agora um novo motor. Económico tanto no preço como no consumo energético e bem poderoso. Vamos conhecer o novo SoC.

   

Eis o Qualcomm Snapdragon 450

A Qualcomm apresentou hoje na Mobile World Congress asiática em Shanghai o novo Snapdragon 450 e um novo Snapdragon Wear 1200 para wearables. Destacando-se pela poupança energética, custo de produção menor e bom desempenho, estes SoC’s serão um ótimo motor para os próximos dispositivos móveis de gama média.Qualcomm Snapdragon 450

Este Snapdragon 450 foi construído com o mesmo processo de 14nm também empregue no SD 625 e no Snapdragon 630 que temos no Motorola Moto Z Play e no BlackBerry KeyOne. Será uma grande evolução face ao SD 435 que ainda utiliza um processo de construção de 28nm e conseguirá obter mais quatro horas de autonomia de bateria face a este SD 435.

No interior deste Qualcomm Snapdragon 450 temos 8 núcleos (reais) de processamento com Cortex-A53 a velocidades de 1.8Ghz. Temos ainda a gráfica Adreno 506 que nos dará um desempenho 25% superior à gráfica Adreno 505 presente no Snapdragon 435. Esta notória melhoria será conseguida graças à maior velocidade dos núcleos e a um melhor arrefecimento de todo o SoC. Além disso, este motor suporta reprodução de vídeo a 60 frames por segundo.

O Snapdragon 450 é o novo motor da Qualcomm

O novo “motor” é ainda compatível com um alinhamento duplo de câmaras principais. Os smartphones que utilizem este SoC poderão usar duas câmaras principais com resolução máxima de 13MP. Este é o primeiro “motor” da gama “SD 400” a suportar esta funcionalidade.

Mais ainda, suportará ecrãs ou telas com resolução Full-HD (1920x1080p). A nível de velocidades de download temos aqui um máximo de 300Mbps. No geral será uma ótima opção para todos os próximos smartphones de gama média e gama baixa. Principalmente a nível de autonomia de bateria será um autêntico must-have.

Qualcomm Snapdragon 450

“Operamos várias mudanças recentemente nos nossos motores para dispositivos móveis para podermos proporcionar a melhor experiência e funcionalidade possíveis, ao menor preço. Com o novo 450 os utilizadores sentirão uma melhoria dramática no nível de desempenho, conectividade, autonomia de bateria e processamento de imagem” – declarações de Kedar Kondap vice presidente e gestor de produto da Qualcomm Technologies, Inc.

Os primeiros dispositivos móveis equipados com este processador começarão a chegar ao mercado no final deste ano de 2017.

Snapdragon Wear 1200

Como o nome indica, este é um novo motor para wearables, para dispositivos como relógios e pulseiras inteligentes. Um segmento de mercado que já teve melhores dias mas que continua a ser relevante. Este novo processador é ainda mais pequeno, com uma área de apenas 79 milímetros quadrados é 45% mais pequeno que o seu antecessor.

Contudo, por ser tão pequeno a sua capacidade de processamento também diminuiu e temos agora apenas 1 núcleo de processamento a 1.3Ghz Cortex-A7 no seu interior. Mesmo assim, deverá ser um “motor” perfeitamente capaz de dar vida aos dispositivos pouco exigentes como as pulseiras para fitness.

A nível de conectividades o Snapdragon Wear 1200 está bem equipado com GPS, GLONASS, suporte para o sistema Gallileo, e até suporte para LTE. As velocidades de download serão muito reduzidas (20 kbps download, 60 kbps upload). Mesmo assim será o suficiente para permitir chamadas telefónicas e pequenas transferências de dados através da conexão de dados. É sem dúvida uma opção de gama baixa mas poderá dar origem a novos wearables ainda mais baratos. Esperemos para ver.

Outros assuntos relevantes:

Google Pixel 2 poderá contar com TouchPad na traseira do equipamento

Galaxy Note 8 poderá ter sido revelado graças a cartaz publicitário 

Facebook ultrapassa os 2 mil milhões de utilizadores por mês!

Viaandroidauthority
FonteQualcomm
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).