PS5: estás com problemas no analógico do DualSense? Não és o único!

Abílio Rodrigues
Comentar

A PlayStation 5 não celebrou ainda sequer 3 meses de existência mas já está a ser vítima de problemas técnicos relacionados com o tão badalado comando DualSense. Vários jogadores têm reportado problemas no analógio esquerdo, que fazem com que a personagem de um jogo ou a câmara se movimente de forma descontrolada sem instrução específica do utilizador.

A questão parece ser bastante relevante e afetar um número considerável de pessoas, ao ponto de uma firma de advogados americana estar a considerar avançar com um processo judicial contra a Sony.

Fabricante da PS5 pode ser alvo de processo judicial

PS5 DualSense

O problema aqui relatado é conhecido como "joystick drift," e já foi detatado em vários comandos de diferentes companhias. O caso mais popular será mesmo o dos Joy Con da Nintendo Switch.

As queixas dos jogadores da Switch levaram esta mesma firma de advogados, a Chimicles Schwartz Kriner & Donaldson-Smith LLP, a processar a Nintendo com o objetivo de obter compensação para os jogadores afetados.

A firma está a pedir aos afetados que preencham um questionário online a fim de apurar se vale a pena ir para tribunal. Uma decisão deve ser tomada em breve, por isso o melhor é ficarem atentos.

Falha no DualSense pode afastar-te da PS5 durante umas semanas

A falha técnica constitui um problema grave para os jogadores uma vez que os impede de desfrutar dos seus jogos de forma conveniente.

Uma das soluções é enviar o comando para a garantia, um processo longo que pode afastar-te da PS5 durante algumas semanas.

A alternativa é mesmo comprar um comando novo, uma decisão que implica custos adicionais em cima do preço já pago pela máquina de jogos e respetivo gamepad. Numa altura em que o stock não abunda, estes custos podem ser ainda maiores.

Caso estejas a sofrer de joystick drift no DualSense o melhor é entrares em contacto com a loja onde compraste a PS5 ou o comando.

Editores 4gnews recomendam:

Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.