Prostituta matou executivo da Google com injecção de heroína

Filipe Alves

Screen Shot 2014-07-10 at 15.29.00

Imagem CNN

Um prostituta, que segundo a policia, é uma prostituta de "class-alta", foi acusada de matar um executivo da Google, com uma injecção de heroína. Forrest Timothy Hayes trabalhou para a Apple e Google e além de dinheiro até dizer chega, este executivo preferia ter um relacionamento com esta prostituta do que outro tipo de relacionamento.

Alix Catherine Tichleman com 26 anos e o executivo com 51, conheceram-se num site de encontros. Em Novembro de 2013 o executivo foi encontrado morto no seu Iate com uma overdose de heroína.

O que a mulher esqueceu-se que o Iate, tinha de facto, câmaras de segurança que gravaram todo o acontecimento. O video grava a mulher a matar o homem com uma injecção e depois de o ter feito, a passar por cima dele para terminar o seu copo de vinho. Cena de filme, completamente.

Com isto, foi ainda reunido todas as Google Search que ela fez e deparou-se com várias pesquisas de como sair da alhada em que estava metida. ( Não fosse ela matar um executivo do Big Brother).

Alix Catherine Tichleman contava com mais de 200 clientes, ninguém sabe ao certo o que a levou a cometer o crime, no entanto ela é ainda suspeita de um crime semelhante num outro Estado dos EUA.

Fonte

Via

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.