POCO X3 GT cada vez mais próximo, será apenas um "novo" Redmi Note 10 Pro 5G

Rui Bacelar
Comentar

O smartphone POCO X3 GT da Xiaomi ganha agora uma nova data de lançamento - o dia 28 de julho no sudoeste asiático. É essencialmente um rebranding do Redmi Note 10 Pro 5G, com poucas alterações, devendo adotar um preço similar a este.

Entre os destaques do POCO X3 GT aponta-se o ecrã LCD a 120 Hz, câmara traseira quádrupla com sensor principal de 64 MP, bem como o processador Dimensity 1100 da MediaTek. Terá também uma bateria de 5 000 mAh com carga rápida a 67 W.

Em breve ficaremos a conhecer o Xiaomi POCO X3 GT

Xiaomi POCO X3 GT
Confirmação da data de apresentação do smartphone POCO X3 GT.

A existência de um novo modelo apelidado de POCO X3 GT chegou à nossa atenção nas últimas semanas com as primeiras fugas de informação. Entretanto, à medida que estas se foram acumulando tornou-se clara a intenção da Xiaomi para este seu produto.

Com efeito, o POCO X3 GT será um rebranding do atual Redmi Note 10 Pro 5G, smartphone de gama média/alta com caraterísticas cativantes para o seu preço competitivo. Esta mesma fórmula será assim usada para o lançamento do próximo POCO X3 GT.

Entretanto, já tínhamos visto este mesmo smartphone em ocasião anterior. Espera-se, aliás, que a Xiaomi apresente este telefone no próximo dia 23 de julho para o mercado asiático, ao que agora se soma esta nova data - 28 de julho - para a Malásia.

Será um rebranding do smartphone Xiaomi Redmi Note 10 Pro 5G

Redmi Note 10 Pro 5G
O smartphone Redmi Note 10 Pro 5G será a base do novo POCO X3 GT.

Entre as demais especificações técnicas aponta-se a presença de um ecrã de 6,6 polegadas, IPS LCD com taxa de atualização máxima a 120 Hz. Será protegido pelo vidro Corning Gorilla Glass Victus e contará com o processador Corning Gorilla Glass Victus.

Aponta-se também a presença de uma câmara principal tripla de 64 MP (wide) + 8 MP (ultra-wide) + 2 MP (macro). A câmara frontal terá 16 MP, com uma bateria de 5 000 mAh de capacidade, bem como o padrão de carregamento rápido a 76 W.

O sistema operativo será o Android 11, integrando a interface MIUI 12.5 da própria Xiaomi. Para a fabricante chinesa este será um modelo "quase novo" que apostará no gaming, além de manter um preço competitivo para os mercados asiáticos.

Em síntese, aguardamos agora pela sua apresentação nas datas supracitadas. Até ao momento, contudo, não dispomos de informações relativamente à sua possível disponibilidade na Europa.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.