PlayStation 5 Pro a caminho? Patente da Sony aponta para nova versão da consola

Abílio Rodrigues
1 comentário

Ainda agora entramos na nova geração de consolas, mas a guerra entre Sony e Microsoft não dá indícios de abrandamento. Uma patente da empresa japonesa que veio agora a público aponta para a possibilidade de recebermos uma versão Pro da PlayStation 5, com a particularidade de recorrer a duas placas gráficas.

Depois da Xbox Series X se ter colocado no mercado como "a consola caseira mais potente de sempre," a resposta da Sony Entertainment Interactive parece ter como base uma configuração inédita, que até agora parecia ser exclusiva dos PCs dedicados ao gaming. E mesmo nesse segmento, setups dual-GPU começam a ser uma coisa do passado, dado a sua falta de compatibilidade com todos os títulos e o desinvestimento das companhias na tecnologia.

playstation_5_pro

Como funcionará esta suposta PlayStation 5 Pro?

Em termos simples, conforme podemos ler na patente, uma das placas gráficas será usada para lidar com o grosso do processamento gráfico, enquanto a secundária entra em ação para completar a imagem.

O recurso a um novo SoC AMD permitiria maior poder de processamento, para dar luta aos 12 teraflops da Xbox Series X, mas também oferecer aos utilizadores maior capacidade de armazenamento, questão que tem dado azo a várias críticas por parte dos fãs da PlayStation.

Caso a Sony opte por lançar um modelo com estas características, será legítimo esperar mais títulos produzidos em 4K 120fps, assim como a chegada dos primeiros jogos compatíveis com 8K. Um salto computacional desta dimensão pode ainda potenciar um novo headset de Realidade Virtual PSVR, capaz de entregar uma experiência mais premium e levar a RV para mais casas.

Uma nova PS5 não deve chegar tão cedo

Tudo isto deve, contudo, demorar até chegar às nossas mãos, já que este novo ciclo de consolas acabou de ter início, com todos os problemas de escassez de stock que têm assombrado boa parte dos lançamentos deste ano. Com esta dificuldade de acesso, muitos vão tardar em dar o salto para a nova geração, o que prolongará o ciclo de vida da PlayStation 5 convencional.

Mais ainda, uma patente não garante que um produto venha a ser fabricado, representando apenas uma salvaguarda em relação à propriedade intelectual.

Editores 4gnews recomendam:

Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.