Parece que a MediaTek tinha razão e a Qualcomm tem mesmo um problema de sobreaquecimento

Mónica Marques
Comentar

No início deste mês, a Qualcomm lançou o seu novo processador topo de gama Snapdragon 8 Gen 1 e o primeiro smartphone equipado com este chip é o Motorola Edge 30 Ultra, apresentado ontem pela marca.

Agora surgem notícias sobre um problema de sobreaquecimento no novo flagship da Motorola provocado pelo chip Qualcomm. Parece que afinal a MediaTek tinha razão nos seus comentários...

Snapdragon 8 Gen 1 regista sobreaquecimento no novo Motorola Edge 30 Ultra

Motorola Edge 30 ultra

Hoje, o responsável máximo da Motorola, Chen Jin, fez uma nova publicação na rede social chinesa Weibo sobre o novo topo de gama Motorola Edge 30 Ultra. Desta vez, o executivo explica mais detalhadamente algumas das características estruturais do novo modelo, nomeadamente a estrutura de liga de alumínio que confere ao dispositivo a sua condutividade térmica, para que não atinja temperaturas elevadas que lhe sejam prejudiciais.

No entanto, de acordo com o conhecido leaker Ice Universe parece que o novo flagship pode estar a registar problemas de sobreaquecimento, apesar de todas as medidas para o evitar. E, segundo o mesmo leaker, na origem desse problema está o processador Snapdragon 8 Gen 1.

Ano de 2022 pode ser "quente" para os terminais Android

On moto phones, the extreme test of Snapdragon 8 Gen1 is very hot. Please be mentally prepared, 2022 may be “HOOOT”year for Android phones.

— Ice universe (@UniverseIce) 9 de dezembro de 2021

Ice Universe vai mais longe e diz aos seus seguidores, na sua conta de Twitter, que devem estar preparados mentalmente para que 2022 seja um ano "quente" para os terminais Android.

Recorde-se que recentemente Kevin Keating, diretor de RP da MediaTek, afirmou numa entrevista que "apenas uma empresa tem problemas de aquecimento e não somos nós". O comentário é uma alusão clara ao facto de a Qualcomm ter enfrentado alguns problemas de sobreaquecimento com os processadores Snpadragon 888 e 888+ e uma provocação subtil ao seu rival mais direto.

E, parece que os comentários da MediaTek podem agora servir para o novo processador de topo Snapdragon 8 Gen 1. O novo chip da Qualcomm usa o processo de fabricação de 4 nm da Samsung e a arquitetura ARM 9, o que na teoria é bastante eficiente no que respeita à gestão de energia.

Sistema de estrangulamento térmico do Motorola Edge 30 Ultra pode não ser eficiente

Mas também existem opiniões contrárias que apontam o dedo à Motorola. Essas vozes dizem que o problema de sobreaquecimento do Edge 30 Ultra pode ficar a dever-se ao facto de a marca não ter um estrangulamento térmico adequado no terminal para este chip.

Recorde-se que o estrangulamento térmico é o processo de refrigeração que evita que os smartphones sobreaqueçam em tarefas mais exigentes, como o visionamento de vídeos ou em jogos. Caso os terminais sofram de sobreaquecimento, o desempenho da CPU é imediatamente afetado.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.