Oukitel U15S é o smartphone de 4GB de RAM por 129€

Filipe Alves

oukitel-u15s-34

O Oukitel U15S é o novo smartphone da marca Chinesa. A empresa que tem investido em smartphones de gama-baixa, prepara-se para lançar um smartphone que vale a pena falar.

O Oukitel U15S é o primeiro smartphone de gama-média com algumas specs reveladoras que a empresa lançou. O terminal conta com design de metal, processador MediaTek MT6750T, 4GB de RAM e 32GB de memória interna com possibilidade de expansão via MicroSD.

Sabe mais sobre a pré-venda do smartphone

Isto significa que correr aplicações não será um problema, terás a possibilidade de ter dezenas de aplicações abertas sem qualquer tipo de lentidão no Sistema Operativo.

oukitel-u15s-1

O Oukitel U15S conta ainda com uma câmara frontal de 8MP e traseira de 16MP com sensor Panasonic e estabilizador de imagem que promete oferecer uma qualidade acima dos smartphones concorrentes pelo mesmo preço.

Sabe mais sobre a pré-venda do smartphone

É verdade que este smartphone não é inacreditável, as especificações não fogem do que o mercado oferece neste momento, mas este Oukitel U15S tem o valor de 129€ com as especificações que referi e ainda um ecrã de 5.5" polegadas FHD e pensando na qualidade/preço, este bad boy impressiona.

oukitel-u15s-2

Terás a possibilidade de o comprar em pré-venda e começará a ser enviado a dia 15 de novembro, isto significa que nos inícios de dezembro, o mais tardar, já deves ter o teu novo equipamento na mão.

Sabe mais sobre a pré-venda do smartphone

É possível que o valor do smartphone suba depois da pré-venda, até ao momento não temos informação concreta sobre este informação.

Talvez queiras ver:

Huawei P9 chega às 9 Milhões de unidades vendidas

Porque é que os computadores estão cada vez mais caros?

Samsung poderá estar já a desenvolver um novo membro da família Galaxy Note

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.