OnePlus confirma manipulação do desempenho dos seus smartphones

Carlos Oliveira
Comentar

Tudo começou com uma peça, publicada pela Anandtech, em que se verificou que a OnePlus estrangula o desempenho de algumas aplicações no OnePlus 9 e OnePlus 9 Pro. Posteriormente, a plataforma Geekbench removeu os smartphones da marca da sua plataforma.

Perante estes acontecimentos, a OnePlus não poderia manter-se por muito mais tempo sem comentar o assunto. O esclarecimento foi prestado à publicação Phandroid e neste a marca chinesa vem confirmar a sua prática reprovável.

"A nossa principal prioridade é sempre oferecer uma ótima experiência de utilização com os nossos produtos, em agir rapidamente com base em comentários importantes do utilizador. Após o lançamento do OnePlus 9 e 9 Pro em março, alguns utilizadores falaram-nos sobre algumas áreas em que poderíamos melhorar a vida útil da bateria dos dispositivos e a gestão de calor.

Como resultado desse feedback, a nossa equipa de R&D tem trabalhado nos últimos meses para otimizar o desempenho dos dispositivos ao usar muitas doa aplicações mais populares, incluindo o Chrome, combinando os requisitos de processador da aplicação com a potência mais adequada. Isso ajudou a fornecer uma experiência tranquila ao reduzir o consumo de energia. Embora isso possa afetar o desempenho dos dispositivos em algumas aplicações de benchmark, o nosso foco, como sempre, é fazer o que podemos para melhorar o desempenho do dispositivo para os nossos utilizadores."

OnePlus 9 Pro

Feedback dos utilizadores levou a marca a estrangular algumas aplicações

Este é o esclarecimento, na íntegra, que a marca chinesa prestou ao referido meio de comunicação. Facilmente se conclui pelas palavras da OnePlus que a mesma não se tenta sequer desculpar daquilo que tem vindo a fazer nos seus novos topos de gama.

Em boa verdade, a OnePlus justifica a sua decisão com as preocupações dos seus utilizadores. Perante as compreensíveis inquietações com a autonomia dos smartphones, a marca decidiu que a melhor decisão seria manipular o desempenho de algumas aplicações.

Este foi o caminho mais simples que a marca chinesa optou para satisfazer os desejos dos seus utilizadores. Contudo, será que os benefícios que esta prática trouxe justificam o dano causado à sua imagem?

Note-se que a OnePlus nem sequer se desculpou desta prática censurável. Ademais, não refere nenhuma data para o término desta manipulação nos seus equipamentos.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.