Novo iPhone 11 terá um segredo escondido no símbolo da Apple!

Filipe Alves
Comentar

Estamos a pouco mais de uma semana da revelação oficial do novo iPhone 11, iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max. Aparentemente estes serão os nomes dos novos equipamentos da empresa de Tim Cook.

Ao que parece, os novos iPhones terão uma ligeira, mas importante, mudança de design. E não estou a falar das câmaras. Aparentemente, os fabricantes de capas receberam indicações que o símbolo da Apple ficará mais abaixo do que o normal.

Apple iPhone 11

Logótipo da Apple será o local para carregar os AirPods

Ao que parece, esta deslocação acontece para melhor adoção de uma nova tecnologia nos iPhones. Uma tecnologia que a Huawei apresentou o ano passado no Huawei Mate 20 Pro e que os Galaxy da Samsung seguiram.

Falo do carregamento sem fios inverso. Os novos Samsung, Mate e P30 Pro conseguem carregar com a sua bateria outros equipamentos com a tecnologia de carregamento sem fios. Esta funcionalidade é importante para pequenos gadgets como earphones. No caso da Apple, os AirPods.

New Apple logo placement also indicates where to place AirPods for charging 🤯

— Ben Geskin (@BenGeskin) 30 de agosto de 2019

A deslocação do símbolo da Apple mais para baixo, será o ponto em que os AirPods poderão ficar para que carreguem sem fios. Uma ideia interessante e que acaba por ter algum fundamento.

Símbolo da maçã trincada da Apple vai descer consideravelmente

Num melhor ponto de vista, temos aqui duas imagens que nos indicam qual será a diferença entre a distância do símbolo da Apple no novo iPhone 11, 11 Pro e 11 Pro Max.

Apple iPhone 11 Pro

Ainda que pareça um pouco estranho, acredito plenamente que esta posição vá dar ao equipamento mais fundamento. Principalmente se tivermos a tal funcionalidade dos AirPods. Quão simples será dizer ao utilizador "pousa a caixa dos AirPods em cima do símbolo da Apple no iPhone"?

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.