Nokia quer vender a divisão de saúde Withings ao seu antigo dono

Carlos Oliveira
Withings Nokia
A Google e a Samsung poderão nem sequer ser equacionadas para a aquisição da empresa Withings.

A Nokia entrou no mundo dos dispositivos dedicados à saúde com a compra da Withings. Este negócio foi firmado em 2016 com valores a rondar os 170€ milhões. Este é a divisão responsável pelos wearables da finlandesa, dos quais destacamos o relógio Nokia Health.

Todavia, os rumores têm dado a entender que a empresa finlandesa quererá vender esta sua divisão de saúde, e interessados parecem não faltar. Duas das interessadas serão a Google e a Samsung, duas das mais influentes empresas tecnológicas do mundo.

Vê ainda: Xiaomi, Huawei e Apple continuam a crescer, Samsung não – IDC

Importa frisar que a sede desta divisão da Nokia encontra-se em França. Mais ainda, existem outras duas empresas francesas alegadamente interessadas em comprar a Withings.

Com efeito, os responsáveis gauleses têm um maior interesse em que este negócio seja celebrado com uma empresa francesa. Desta forma, seria possível manter a Withings a operar em solo nacional, não perdendo os postos de emprego que a mesma já criou.

A Withings da Nokia poderá ser vendida a Éric Carrel, anterior dono da mesma

Pois bem, tudo isto representa a especulação que tem sido feita em torno deste possível negócio. Para colocar um ponto final na especulação, a Nokia veio hoje confirmar a sua intenção em vender a sua divisão de saúde Withings. Porém, o negócio poderá não se realizar como pensávamos até agora.

Para além desta confirmação, a empresa finlandesa vem ainda anunciar a sua intenção de vender a Withings a um dos seus fundadores. A Nokia afirma ter entrado em negociações exclusivas com Éric Carrel, co-fundador e ex-presidente da empresa.

É ainda referido em comunicado, no site oficial da Nokia, que a decisão para a venda da Withings remonta a fevereiro de 2018. Esta decisão é apenas parte da estratégia da Nokia em tornar-se uma empresa de negócios e licenciamento.

Com a revelação desta negociação exclusiva, parece fechar-se a porta para a possível compra da Withings pela Google ou Samsung. Estas duas empresas poderão nem sequer ver as suas propostas equacionadas antes de uma tomada de decisão.

Contudo, existe sempre a possibilidade de o negócio entre a Nokia e Éric Carrel não chegar a bom porto. Caso tal se venha a verificar, poderá a empresa finlandesa estar disposta a ouvir outras propostas?

Não obstante, este último cenário poderá nunca se vir a confirmar. Isto porque a Nokia anuncia ainda que o negócio poderá ser fechado até ao final do segundo trimestre do presente ano.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Preço do LG G7 ThinQ pode ser o seu pior inimigo

OnePlus 6 foi a câmara utilizada para criar a nova capa da Vogue

Android. Asus Zenfone 5 chega a Portugal por 449€

Fonte | Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.