Nintendo Switch Pro pode chegar mais cedo que o previsto

Bruno Coelho
Comentar

Os rumores sobre o lançamento de uma Nintendo Switch Pro são antigos. Mas agora parece que a gigante dos videojogos está mesmo preparada para lançar a sua consola mais potente para o mercado.

Segundo avança a Bloomberg, a nova Nintendo Switch pode ser lançada já em setembro ou outubro. Segundo a fonte, a produção da consola estará prevista para arrancar durante o mês de julho.

Nintendo Switch Pro pode ser apresentada em junho

Embora a consola só deva ser lançada na data referida, a Bloomberg afirma que pode ser formalmente anunciada antes da E3. E recorde-se que esse evento gaming começa já a 12 de junho.

O objetivo será dar oportunidade aos desenvolvedores de mostrarem os seus jogos na nova Switch durante este evento global, revelando assim aos consumidores o potencial da nova consola.

Esta fonte refere que a consola deve ser vendida igualmente com a Switch Lite, indicando a que Switch original possa sair do mercado ao fim de algum tempo. Quanto ao preço, deve ser superior ao praticado no modelo original.

Nintendo Switch Pro deve chegar a Portugal acima dos 329 €

A Bloomberg afirma que esta deverá ser comercializada acima dos 299 dólares (Switch original custa 329 euros em Portugal). Mas será que tem capacidade para conquistar novos jogadores face às concorrentes?

Recorde-se que nova consola é esperada com um painel OLED da Samsung de 7” polegadas, e um corpo semelhante ao modelo original, com margens menores. Espera-se desempenho gráfico superior, dando suporte para saída de 4K quando for ligada a um televisor. Embora lançada em 2017, a Nintendo Switch foi a consola mais vendida durante o primeiro trimestre de 2021.

Editores 4gnews recomendam:

  • Vodafone adianta-se à MEO e NOS com oferta para os clientes
  • Xiaomi Redmi Note 10 Pro 5G é oficial: detalhes de topo a preço impecável
  • Xiaomi Redmi AirDots 3 Pro oficiais: preço-qualidade impressionante
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.