Netflix está a perder milhões por causa das contas partilhadas

António Guimarães

O site CordCutting fez um estudo sobre a quantidade de pessoas que se "aproveitam" da partilha de contas. Há utilizadores que simplesmente utilizam as credenciais de amigos ou familiares.

Nesse sentido, esses potenciais clientes representam uma perda de receitas significativa para o Netflix. De acordo com o estudo, o Netflix tende a ser o serviço onde isso ocorre mais.

Assim sendo, utilizadores de serviços como Amazon Prime Video ou Hulu Plus costumam manter-se entre 12 a 16 meses sem pagar. Já a média do Netflix são 26 meses.

Cerca de 48% dos utilizadores "emprestados" do Netflix fazem uso das credenciais dos pais

Em primeiro lugar, uma grande parte dos utilizadores que usufruem de contas alheias utilizam a conta dos pais. Cerca de 14% utilizam dos amigos. Com um preço base de 7.99€, pessoas que utilizam contas de outros podem poupar mais de 200 euros. Por utilizador.

Obviamente, isto representa um potencial de lucro perdido para a empresa. De acordo com a pesquisa, estamos a falar de cerca de 2.3 mil milhões de dólares perdidos, numa base estimada de 24 milhões de utilizadores não-pagantes.

Podemos argumentar que usufruir e não pagar é moralmente errado. Contudo, este não é o caso. É verdade que o Netflix está a perder dinheiro com este sistema mas é esse o propósito de partilhar contas: poupar dinheiro.

Assim sendo, existem pessoas que se aproveitam da bondade ou ingenuidade de amigos ou familiares para ter Netflix de graça. No entanto isso é uma questão de comportamento pessoal que não é relevante para a empresa.

Nesta mesma pesquisa, cerca de 59.3% destes utilizadores admitiram que iriam subscrever ao serviço pessoalmente caso perdessem as credenciais. Todavia, isso é hipotético. Quem não quer poupar uns trocos partilhando a conta com amigos?

Em suma, considerei este estudo bastante útil para o público ter uma ideia dos números em diferentes serviços. Por outro lado, a afirmação que fazem é óbvia: as pessoas preferem poupar dinheiro e se o sistema o permite de forma legal, porque não?

Editores 4gnews recomendam:

Tesla pede financiamento a bancos chineses para construir Gigafactory 3

Vivo iQOO tem especificações e preço revelados em nova leak

Ferramenta utilizada pelo FBI para hackear smartphones à venda por €100

Fonte

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.