Netflix: mais utilizadores vão ver conteúdos antes das suas estreias

Mónica Marques
Comentar

No próximo ano, a Netflix quer expandir o seu Preview Club que permite que um grupo de utilizadores selecionados vejam alguns conteúdos antes das suas estreias.

A informação chega através do The Wall Street Journal que avança que a plataforma quer aumentar este grupo para as dezenas de milhares de utilizadores.

Preview Club da Netflix vai aumentar a sua base de utilizadores

A Netflix está já a preparar a sua estratégia para 2023 e uma das novidades será ampliar o seu Preview Club. A notícia está a ser avançada pelo The Wall Street Journal que afirma que a plataforma quer aumentar este grupo para as dezenas de milhares de utilizadores.

Recorde-se que o Preview Club é um grupo de utilizadores selecionados que podem visualizar conteúdos (séries e filmes) antes de estes estrearem oficialmente na plataforma de streaming.

E a Netflix já obteve bons resultados com este grupo. Segundo o mesmo órgão de informação norte-americano, o Preview Club terá tido um impacto significativo no filme “Don’t Look Up”, uma produção Netflix que contava com Meryl Streep, Leonardo DiCaprio e Jennifer Lawrence no elenco.

Antes do lançamento oficial, o filme foi visualizado pelo grupo do Preview Club que considerou o filme demasiado sério. Após este feedback, a produção efetuou todas as alterações necessárias para o filme conter mais humor e o resultado foi o sucesso do título.

Atualmente, o Preview Club conta com 2.000 utilizadores que podem, a partir do próximo ano, aumentar para as dezenas de milhares. Quanto mais feedback, melhor as probabilidades de sucesso do título. Pelo menos, esta parece ser a linha estratégica da Netflix.

Netflix segue exemplo de Hollywood para melhorar conteúdos

Esta não é uma ideia original da plataforma de streaming. Várias produções em Hollywood recorrem já a esta estratégia de pré-visualização para melhorar os conteúdos antes de estes chegarem ao público em geral.

A Netflix faz exatamente o mesmo, mas com uma base de utilizadores em menor escala, pelo menos até agora. Esta decisão sugere também que a plataforma de streaming quer justificar e rentabilizar cada gasto com os filmes e séries produzidas por si.

Com feedback preciso do público-alvo, é possível fazer as alterações necessárias para que o conteúdo tenha um sucesso quase garantido. Depois da perda de assinantes e de receita, a Netflix pretende controlar e direcionar melhor o orçamento dedicado a cada produção para garantir que terá sucessos rentáveis financeiramente.

Até agora, a plataforma de streaming não comentou a notícia. Por isso teremos de aguardar para saber se os utilizadores portugueses de Netflix podem vir a ser selecionados para integrar o novo e maior Preview Club.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira. Email:monicamarques@4gnews.pt