Motorola
Motorola, Nokia ou Huawei?

Depois de ter escrito há uns dias que a Motorola e a Nokia partilham uma estratégia de atividade no mercado mobile bastante similar, já sabia que teria de escrever um segundo artigo no qual falaria de uma terceira marca.

Neste caso, de uma empresa que tem crescido de um modo exponencial. Sim, estou a falar da Huawei. A empresa chinesa tem tido um destaque bastante positivo por parte dos meios de comunicação social, quer em Portugal, quer no estrangeiro. Embora não seja tão poderosa na América do Sul (ou do Norte) como é na Europa ou na Ásia, a Huawei consegue ter uma elevada relevância no mercado mundial.

Vê também: O YotaPhone 3 vai chegar aos mercados até ao final de 2017

Ora, dito isto, é com bastante facilidade que podemos associar a Motorola e a Nokia, à Huawei. As duas empresas referidas inicialmente deverão lançar tantos smartphones em 2017 quanto a Huawei (se aos desta somarmos os terminais da Honor). Porém, a Motorola e a Nokia são concorrentes, literalmente, algo que não é tão óbvio na relação Huawei-Honor.

Se pensarmos que a Motorola e a empresa finlandesa se reergueram depois de muito tempo à deriva, sem um rumo definido, também podemos observar que quem aproveitou esses acontecimentos, por exemplo, foi a própria Huawei. O tempo foi passando e a empresa chinesa foi crescendo. Porém, isso é algo que as suas empresas tentam combater.

Motorola & Nokia vs. Huawei

E porquê? Primeiramente, porque têm capacidade para o fazer, por duas vias. Ambas têm, quer se queira ou não, um nome mais sonante no mercado que a Huawei e, da mesma forma, dimensão para tal. Por outro lado, estão em vantagem, como disse, nos mercados da América do Norte, Centro e Sul, isto é, pouco mais de mil milhões de habitantes – um bilião no Brasil.

Smartphones Motorola

Em segundo lugar, nem uma nem outra querem perder mais do que aquilo que perderam até hoje. Afinal, estamos a falar de duas marcas que já foram (e são) um autêntico ícone e que, consequentemente, no longo prazo, apenas poderão aceitar perder para a Apple e a Samsung.

Todavia, essa não parece ser uma tarefa fácil ou simples. Como foi dito anteriormente, a Huawei tem dado cada passo corretamente e coerentemente. A sua linha de produtos é bastante completa, muito diversa e, acima de tudo, muito apelativa ao consumidor na medida em que os preços praticados pela empresa chinesa são bastante simpáticos.

Em contrapartida, isso é o que parece ser, também, parte da estratégia da Motorola e da Nokia que, em 2017, apresentaram (e apresentarão) smartphones bastante capazes por preços muito justos. A maior dificuldade para estas duas é, ainda, o facto de cada terminal que as mesmas têm no mercado, ter cerca de dois concorrentes diretos por parte da Huawei (e da Honor).

Embora vá ser difícil mensurar o desempenho das duas face à terceira já no final deste ano, é provável que o mesmo não se possa dizer daqui a dois ou três anos. Até lá, teremos que observar como é que o mercado evoluirá e se o desempenho deste trio se manterá ou se alguma se destacará face às outras.

Para concluir, não quero com isto dizer que uma das empresas é melhor que as outras. Simplesmente, é bastante engraçado poder analisar, de fora, e de um modo bem sucinto, que as empresas são autênticas rivais que partilham algumas semelhanças e diferenças.

Basicamente, qual a favorita? Motorola, Nokia ou Huawei?

Num pequeno cenário hipotético, caso as três adotassem o mesmo nível de preços – tendo em consideração os vários segmentos – para os equipamentos que têm atualmente no mercado, qual seria a tua escolha? Provavelmente, aquela da empresa que mais gostas. E qual é ela?

Outros assuntos relevantes:

Executivo pode ter revelado funcionalidades do iPhone 8

Oneplus 5 é totalmente revelado em anúncio publicitário

HMD Global cancela modelo do Nokia 9 com 4GB de RAM

Desde cedo comecei a interessar-me pelo que podia fazer no computador. Porém, a grande paixão surgiu com o primeiro telemóvel e complementou-se com os smartphones. Nada há a dizer, são simplesmente fantásticos e úteis em todo o tipo de situações.