Mota elétrica da Xiaomi tem uma velocidade impressionante!

Filipe Alves
2 comentários

A Xiaomi revelou em parceria com a Ninebot mais informações sobre a sua mota elétrica, Segway Apex. Esta mota elétrica já tinha vindo à baila antes do final do ano, porém, só agora é que se sabe daquilo que é capaz!

Segundo as mais recentes informações do website chinês "toutiao", a nova Xiaomi Nenebot segway Apex terá a capacidade de chegar dos 0km/h aos 100km/h em apenas 4 segundos.

Um arranque impressionante! Aos 100Km/h em 4 segundos

Mota elétrica da Xiaomi tem uma velocidade e autonomia impressionante!

Com este arranque, esta mota elétrica não é como uma outra qualquer. Ou seja, a Xiaomi já nos revelou segways e pequenas motas em parceria com a Ninebot, porém, nada idêntico a esta.

Com este arranque, esta mota elétrica conseguirá competir com as combustíveis fóssil. Ainda que tenha muito caminho para evoluir, este é um bom primeiro passo para quem gosta de motorizadas.

Velocidade máxima de 200 km/h

A velocidade máxima não será tão impressionante quanto outras motos no mercado. Todavia, continua a ser seriamente acima da nossa velocidade permitida por lei. Com o equivalente a 150 cavalos esta moto elétrica da Xiaomi promete conquistar em quase todos os aspetos.

Autonomia e preço ainda é segredo

Mota elétrica da Xiaomi tem uma velocidade e autonomia impressionante!

Toda esta velocidade e potência é interessante, porém, a autonomia como é? Infelizmente ainda não temos noção da autonomia da nova mota.

As motas tem menos locais para armazenar bateria do que um carro, assim sendo, é de imaginar que não tenha a mesma capacidade. Ainda assim, vale a pena referir que já há motas elétricas prontas a chegar ao mercado com autonomias que surpreendem.

Por fim, também ainda não temos informações sobre os seus valores para o mercado. Aproveita para conhecer os melhores gadgets Xiaomi a comprar neste momento!

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.