7 novidades notáveis da MIUI 11 para smartphones Xiaomi

Rui Bacelar

A MIUI 11 é a mais recente versão da interface de utilizador (UI) e já está a chegar aos smartphones Xiaomi. Aqui damos a conhecer as melhorias que realmente importam, as novidades e a data de chegada ao teu telemóvel com tudo o que precisas de saber!

Inspirada no Android 10, esta é a skin ou máscara que personaliza todo o sistema operativo, além de acrescentar poderosas ferramentas de produtividade, poupança de bateria e claro, personalização.

1. Novos ícones com a nova UI

MIUI
A MIUI 11 é otimizada para ecrãs completos nos smartphones Xiaomi

A maior diferença é o aspeto de toda a nova UI. A MIUI 11 traz várias diferenças e melhorias visuais face à versão anterior (MIUI 10), visíveis nos ícones agora mais definidos em cor e forma, com todos os elementos agora com cantos arredondados.

O aspeto geral mais unificado e limpo vai ao encontro das tendências atuais de design. Além disso, várias das apps de sistema apresentam diferenças consideráveis nos respetivos ícones e animações de abertura, mais rápidas.

Assim que o smartphone receber a MIUI 11 a sensação de maior velocidade será notória. Temos também uma nova fonte e um novo design para o marcador (telefone) além da possibilidade de adaptar o tamanho do tipo de letra, mais dinâmico e adaptável.

Em síntese, temos uma interface mais consistente e unificada a todos os níveis.

2. Ecrã Always-On ou Ambient Display

O ecrã de bloqueio passa a apresentar mais informação, com mais elementos personalizáveis e muitas animações. Para quem gosta de ter sempre as horas, calendário e/ou outras notificações no ecrã always-on (sempre ligado), a MIUI 11 tem ótimas novidades!

Sobretudo para os ecrãs AMOLED, este modo acaba por não consumir muita energia e com o novo e grande leque de estilos à escolha, será difícil resistir. Podemos até definir uma mensagem personalizada a ser apresentada no ecrã de bloqueio.

A tónica recai nas hipóteses de personalização, tanto ao nível funcional como sonoro e visual. Acaba também por (tentar) suprir a falta de um LED de notificações nos novos telemóveis Xiaomi.

3. Dark Mode ou modo escuro global na MIUI 11

MIUI
O Dark Mode é transversal a toda a MIUI 11

Sendo baseada no Android 10, a MIUI 11 traz suporte para a utilização do modo escuro em todo o telemóvel. Ótimo para poupar bateria em ecrãs AMOLED, além de diminuir a fadiga visual, além de poder ser ativado automaticamente a partir de X horas.

A Xiaomi incluiu mais algumas funções no Dark Mode como a opção de aplicação global do modo escuro. Assim, até as aplicações que ainda não o suportem, passam a ser apresentadas num tema mais escuro para proporcionar uma experiência coerente.

O modo escuro é uma das prioridades das fabricantes e dos programadores de aplicações. São cada vez mais as apps populares a suportarem este modo e na MIUI 11 encontrarão uma interface já completamente preparada para o Dark Mode.

4. Efeitos de som Dinâmicos

Além dos tipos de letra ou fontes dinâmicas, temos também novos sons dinâmicos. São alertas sonoros e efeitos para notificações, alarmes e tons de toque inspirados nos sons da natureza que podem variar automaticamente ao longo do dia.

Por exemplo, para o alarme podemos deixar que a MIUI 11 escolha um efeito de som com base na meteorologia. Assim, se estiver a chover teremos um efeito sonoro evocativo da chuva, ou então podemos optar por sons distintos para cada dia da semana.

A MIUI 11 pode ainda detetar automaticamente se uma chamada recebida é feita por algum serviço empresarial como, por exemplo, da UBER e adaptar o tom de toque.

5. Ultra Battery Saver

A MIUI 11 acrescenta novos controlos ao modo de poupança de bateria. Com o modo Ultra temos possibilidades como colocar o telemóvel em modo de avião e várias opções a poderem ser definidas automaticamente com base na percentagem de bateria.

Temos ainda a possibilidade de agendar um encerramento do smartphone, além do iniciar automático. Este processo pode ser repetido todos os dias, às horas que o utilizador pretender, algo que também pode ajudar a poupar bateria.

O modo Ultra coloca o telemóvel num consumo mínimo, reduzindo as funções ao essencial para maximizar a autonomia. Aqui temos também um grande leque de personalização com as apps que poderão ser executadas neste modo, por exemplo.

6. Gaming Toolbox 2.0

MIUI

A Xiaomi dedicou também bastante atenção aos jogadores e adeptos do gaming em smartphones. Para modelos específicos como os BlackShark temos a JoyUI que promete otimizar os recursos de hardware para proporcionar a melhor experiência de jogo.

Temos um centro de jogos que agrega os vários títulos instalados no smartphone, dando-nos também outras métricas e recursos. Este modo de jogos chegará também aos modelos eleitos para receber a MIUI 11, ainda que com outra nomenclatura.

Há ainda mais novidades a serem preparadas pela Xiaomi com o intuito de simplificar a utilização dos smartphones Xiaomi. O foco passa pela uniformização, rapidez, autonomia e produtividade.

7. Mi Share, Doc Viewer, Mi Work e Mi Life

Xiaomi
Elenco das principais mudanças da MIUI 11

Tirar mais proveito do telemóvel Xiaomi para situações de trabalho e produtividade. Esta é uma das prioridades da MIUI 11 e reflete-se em várias aplicações próprias como a Mi Share, Mi Work, e a Mi Life, renovadas e reforçadas.

A Mi Share é uma função integrada, comparável ao Air Drop da Apple na sua premissa. Utiliza o Bluetooth e a ligação à Internet para enviar ficheiros de forma rápida e simples entre smartphones da Xiaomi, Oppo, Vivo ou Realme.

Temos também um novo visualizador de documentos, o Doc Viewer, com a Mi Work a ajudar na transferência de ficheiros entre smartphones e computadores, ou entre smartphones. A Mi Work tem ainda uma nova calculadora e lista de tarefas.

A Mi Life permite acompanhar a atividade diária. Aí podemos aceder a várias métricas, desde as distâncias percorridas no contador de passos às calorias queimadas. Podemos ainda ver quanto tempo passamos no smartphone e a fazer o quê.

Temos também o calendário de menstruação (Women's Health). Em seguida temos as respostas rápidas ou Quick Replies que permite responder a mensagens do WhatsApp, ou atender chamadas enquanto continuamos a ver um vídeo, por exemplo.

A Xiaomi já está a distribuir a MIUI 11 Global

MIUI

A versão Global da MIUI 11 começou oficialmente a ser distribuída no dia 22 de outubro de 2019. De acordo com a própria marca, a distribuição decorrerá em três/ quatro fases, com a primeira já em curso até ao dia 31 de outubro e contemplando 13 smartphones.

1.ª Fase - 22 a 31 de outubro

  • Mi 9 SE
  • Redmi K20 / Mi 9T
  • Redmi Y3
  • Redmi Note 7 / 7S / 7 Pro
  • Redmi 7
  • Mi 8 / Mi 8 Pro / Mi 8 Lite
  • Mi MIX 3 / MIX 2S
  • POCO F1 / Pocophone F1

2.ª Fase - 4 a 12 de novembro

  • Mi 9 / Mi 9 Lite
  • Redmi K20 Pro / Mi 9T Pro
  • Mi MIX / Mi MIX 2
  • Mi 6
  • Mi Note 3 / Note 2
  • Mi Max 2 / Mi Play
  • Redmi 6 Pro / Redmi 6 / Redmi 6A
  • Redmi Note 5 Pro / Note 5
  • Redmi S2 / Y2
  • Redmi Note 5A Prime / Y1
  • Redmi 5 Plus / Redmi 5 / Redmi 5A
  • Redmi Note 4x / Redmi 4x

3.ª Fase - 13 - 29 de novembro

  • Redmi Note 6 Pro
  • Redmi 7A
  • Redmi 8 / Redmi 8A / Redmi Note 8

4.ª Fase - 18 a 26 de dezembro

  • Redmi Note 8 Pro

Vale referir que estas datas não são vinculativas, advertindo a marca que poderão sofrer alterações. Vê ainda os 10 melhores telemóveis Xiaomi que vais querer comprar e que vão receber as novidades listadas.

Aproveita para ficar a conhecer 10 produtos Xiaomi que valem a pena comprar.

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.