Ao efetuar uma compra através dos links deste artigo, o 4gnews pode ganhar uma comissão. Conheça o nosso processo de seleção de produtos.

Melhor tablet até 200 €? Agarra-o em promoção por tempo limitado

Bruno Coelho

Encontrar um tablet barato com qualidade não é uma tarefa fácil. E quando olhamos para o mercado, sobram-nos poucas opções de qualidade aceitável nesta faixa de preço. O Samsung Galaxy Tab A8 é uma delas.

Na sua versão de 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento, este tablet encontra-se em Portugal por 189,99 € à data de escrita. Mas caso queiras aproveitar o desconto, podes tê-lo por apenas 175,59 € na Amazon de Espanha.

Sabe mais sobre preços e envios do Samsung Galaxy Tab A8

Samsung Galaxy Tab A8

É bom realçar que é um produto enviado pela Amazon, onde terás direito a portes grátis para Portugal e que pode ser devolvido até 30 dias após a compra caso não fiques satisfeito. Por este valor, é um equipamento equilibrado.

Samsung Galaxy Tab A8 tem ecrã Full HD+ e 4 altifalantes

É comandado pelo processador UniSOC T618, com velocidade de 2GHz. Conta com um ecrã WUXGA de 10,5 polegadas, com resolução de 1920 por 1200 (Full HD+). Conta ainda com altifalantes quádruplos compatíveis com Dolby Atmos e entrada de jack 3,5 mm.

Samsung Galaxy Tab A8

Podes contar com uma câmara frontal de 5 MP para videochamadas e uma câmara traseira de 8 MP. De destacar ainda a bateria de 7040 mAh com carregamento rápido de 15 W feito através da porta USB-C. O armazenamento é expansível via microSDXC.

Trata-se de um produto disponível em cinzento, prateado e rosa. Afirma-se como um tablet para quem realizar tarefas básicas num ecrã maior que o do smartphone, mas sem a necessidade de ter um computador por perto.

Sabe mais sobre preços e envios do Samsung Galaxy Tab A8

Caso tenhas dúvidas de como comprar na Amazon de Espanha, podes consultar o nosso artigo dedicado.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.