MediaTek anuncia os novos chips topo de gama Helio G96 e Helio G88

Rui Bacelar
Comentar

A MediaTek acaba de renovar o seu portefólio de processadores com dois novos modelos de gama alta e média, os Helio G96 e Helio G88. Os novos SoC's (system-on-chip) destacam-se pelo suporte para 5G, suporte para ecrãs a 120 Hz e câmaras até 108 MP.

Os novos chips serão uma das melhores alternativas qualidade / preço à linha Snapdragon 8xx da atualidade. Vêm colocar-se acima dos Helio G95 e Helio G85 da MediaTek, sendo mais que simples iterações ou melhorias sobre estes.

O mais poderoso é o novo processador MediaTek Helio G96

MediaTek Helio G96

Em primeiro lugar, o MediaTek Helio G96 conta com um par de núcleos Cortex A-76 com uma frequência máxima de processamento a 2,05 GHz. Tem ainda outros seis núcleos Cortex-A55, tal como o antecessor Helio G95, perfazendo um total de oito núcleos.

A sua gráfica é agora a Mali-G57 MC2 o que o coloca abaixo da solução gráfica G76 MC4 também já disponível. Portanto, este pode não ser o melhor SoC para jogos, mas para as demais tarefas mostra-se equipado com especificações promissoras.

Por outro lado, o novo SoC MediaTek tem algumas melhorias como o suporte para ecrãs com alta taxa de atualização até 120 Hz. Este suporte estende-se a ecrãs OLED, bem como LCD, com uma resolução máxima Full-HD+ (1080p+).

Suporta ecrãs a 120 Hz e câmaras com resolução máxima de 108 MP

MediaTek

De igual modo, o novo processador MediaTek suporta também conexões LTE (Cat 13 downlink), um padrão de memória interna mais rápida (UFS 2.2), bem como a mais recente versão da conexão Bluetooth 5.2.

Mais ainda, o seu ISP passa agora a suportar câmaras com uma resolução máxima de 108 MP, ainda que a captação de vídeo esteja limitada ao padrão 4K a 30 fps.

O processador MediaTek Helio G88 é a opção mais económica

MediaTek

Temos ainda um novo processador MediaTek Helio G88, este mais comedido, económico e similar ao seu antecessor. Tem o mesmo par de núcleos Cortex-A75 para alto desempenho com frequência máxima de processamento a 2,0 GHz. A isto somam-se seis núcleos Cortex A-55 para as tarefas menos exigentes, permitindo-lhe também poupar mais energia.

As demais caraterísticas também são muito similares à do seu antecessor. Temos a mesma gráfica Mali-G52 MC2 GPU com frequência máxima de processamento a 1 GHz, bem como o suporte para a mesma memória RAM e armazenamento.

No entanto, temos mudanças no suporte para ecrãs, suportando agora displays com taxa de atualização até 90 Hz. A resolução máxima suportada é de 1080p+ (Full-HD+). Já o suporte para câmaras sobe agora de 48 MP para 64 MP.

Ambos os processadores têm ainda melhorias no modem e tecnologias de suporte de redes - HyperEngine 2.0 Lite. Contam ainda com suporte para Dual-SIM com VoLTE, entre outras melhorias como a redução de ruído nas imagens captadas.

Por fim, começaremos a ver estes processadores MediaTek a marcar presença em smartphones de gama média / alta e gama média ao longo dos próximos meses.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.