MediaTek anuncia os chipsets Dimensity 8100 e Dimensity 8000

Rui Bacelar
Comentar

A MediaTek é a maior fabricante mundial de processadores para dispositivos móveis, ainda que a Qualcomm seja provavelmente a mais conhecida junto dos consumidores. De qualquer modo temos agora dois novos processadores de gama alta a chegar em 2022.

Mais concretamente, os novos chipsets MediaTek Dimensity 8100, bem como o Dimensity 8000, ambos com litografia de 5 nm para competir com a linha de gama alta da norte-americana Qualcomm e os seus Snapdragon. Os primeiros smartphones com os novos SoC's chegam ao mercado já em março.

São dois novos processadores de gama alta da MediaTek

MediaTek Dimensity

Ao passo que o atual flagship continua a ser o Dimensity 9000, rival direto do Snapdragon 8 Gen 1, a MediaTek tem agora dois novos chipsets a 5 nm de gama alta, os Dimensity 8100 e Dimensity 8000 para reforçar o segmento imediatamente abaixo dos flagships.

Ambos os processadores partilham boa parte do hardware, incluindo o processo de construção (litografia) e 5 nm. No entanto, o mais poderoso do novo par é o Dimensity 8100, com maior frequência máxima de processamento dos seus núcleos.

Importa ainda frisar que, além do novo par 8100 e 8000 a MediaTek revelou também o Dimensity 1300, um chip de entrada ligeiramente mais poderoso que o antecessor, o Dimensity 1200 que tem sido usado em smartphones mais acessíveis.

Desempenho promissor com os novos MediaTek Dimensity

MediaTek Dimensity

O par de processadores Dimensity 8000 integra quatro núcleos Cortex-A78 de grandes dimensões, bem como quatro núcleos Cortex-A55 de menores dimensões. A gráfica em ambos é a Mali-G610 MC6 que implementa o mais recente padrão da ARM para a GPU.

Entre ambos, o Dimensity 8100 promete até mais 20% de poder de processamento gráfico com a sua GPU face ao modelo base, o Dimensity 8000. Isto é garantido pela maior frequência de processamento máximo do chipset gráfico dos novos SoC's MediaTek.

Ainda de acordo com a fabricante, os novos processadores atingem os 170 fps na GFXBench Manhattan para o Dimensity 8100 e os 140 fps para o modelo Dimensity 8000.

Em ambos os processadores temos também suporte para uma alta taxa de atualização dos ecrãs até 168 Hz graças suporte MiraVision 780. No entanto, apenas o processador 8100 suporta resoluções WQHD+ a 120 Hz.

Por outro lado, ambos têm suporte para descodificação de vídeo 4K AV1, além de suporte para o padrão HDR10+ Adaptive, capaz de se adaptar às iluminação ambiente.

O par de processadores integra o Imagiq 780 ISP que permite a gravação de vídeo HDR proveniente de duas câmaras em simultâneo, além de conseguir processador 5 giga pixeis por segundo. Permite uma gravação máxima em resolução 4K a 60 fps.

Os smartphones com este processador podem assim integrar sensores com até 200 MP de resolução, com suporte para ampliação ótica sem perdas até 2x. Conta ainda com um novo chip AI para redução do ruído da imagem e processamento HDR.

Os processadores estão equipados com modems 5G (3GPP Release 16), permitindo até dois cartões SIM em simultâneo com acesso às redes móveis de quinta geração. Temos também suporte para Wi-Fi 6E (2x2) support, Bluetooth 5.3 e Bluetooth LE Audio com Dual-Link True Wireless Stereo Audio.

O Realme GT Neo3 será o primeiro smartphone com o Dimensity 8100

MediaTek Dimensity 8100 Realme GT Neo3

Por fim, os primeiros smartphones Android a integrar os novos processadores MediaTek chegarão já durante este mês de março. Em primeiro lugar teremos o Realme GT Neo3, com a Realme a confirmar oficialmente a utilização do novo chipset de última geração.

O exemplo da Realme será seguido por várias outras fabricantes como, por exemplo, a Xiaomi, OPPO. São "quase" topos de gama equiparáveis, por exemplo, aos atuais Snapdragon 870 e Snapdragon 860 da Qualcomm.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com