LG G8. Smartphone poderá chegar sem o tradicional auscultador

Carlos Oliveira
LG G8 ThinQ smartphone
Conceito do próximo topo de gama da sul-coreana

É certo que o departamento móvel da sul-coreana LG não é dos mais lucrativos. Ainda assim, tudo indica que a empresa irá lançar um novo smartphone topo de gama em 2019. Esse poderá ficar conhecido como LG G8 ThinQ.

Aos poucos começam a surgir mais informações relativas a este smartphone. As dúvidas que pairam em torno deste LG G8 ainda são bastantes, mas certamente que conforme os dias forem avançando mais ficaremos a saber.

Vê ainda: LG poderá utilizar mecanismo único no seu smartphone dobrável

Desta feita, temos um novo rumor que nos mostra a intenção da sul-coreana em eliminar a notch dos seus equipamentos. Assim, de acordo com @OneLeaks, o novo LG G8 irá abdicar do seu auscultador para chamadas para abraçar uma nova tecnologia.

LG G8: Smartphone pode contar com tecnologia já vista no mercado

Atribuindo os créditos às suas fontes, o responsável por esta página revela-nos que a LG poderá optar por uma nova abordagem. Com efeito, baseada na tecnologia Sound on Display, o LG G8 poderá dispensar este pequeno componente.

A confirmar-se esta alegação, o novo smartphone de topo da sul-coreana fará uso de tecnologia semelhante à que vimos no primeiro Xiaomi Mi Mix. Ou seja, fazendo uso de material piezoelétrico, será o próprio ecrã a reproduzir o som.

De uma forma simples, isto significa que o som será propagado pelo ecrã do smartphone por via de vibrações. Desse modo, torna-se dispensável qualquer componente extra para esta função. Mais um ponto a favor da dispensa da controversa notch.

No entanto, se o Xiaomi Mi Mix servir como exemplo, vemos que esta abordagem não é mais satisfatória. Um dos principais pontos de discórdia desse irreverente smartphone era precisamente a qualidade do som reproduzido. Cenário que levou a que a empresa chinesa mudasse a sua abordagem e voltasse a incorporar um auscultador físico na sua linha Mix.

Em todo o caso, é ainda muito cedo para julgar esta possível abordagem da parte da sul-coreana LG. Em primeiro lugar, ainda não é certo que a empresa opte por esta solução. Mais ainda, não podemos formar, deste já, juízos de valor sobre a qualidade do som que poderá vir a ser reproduzido com recurso a esta tecnologia.

Editores 4gnews recomendam:

Huawei P30 trará algumas diferenças estéticas face ao seu antecessor

A Redmi separou-se da Xiaomi. O que podemos esperar agora?

Transforma smartphones antigos num avançado sistema de segurança

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.