Aeroporto do Japão testa alfândega eletrónica com reconhecimento facial

Rui Bacelar
Reconhecimento facial NEC alfândega Japão
Em breve, passaremos da ficção para a realidade.

A Alfândega do Japão vai começar a testar um pórtico de procedimento alfandegário eletrónico com reconhecimento facial. Um "salto" para o futuro que começará com o uso na área de inspeção alfandegária no aeroporto internacional mais movimentado do Japão.

Os testes de demonstração deste portão alfandegário eletrónico já estão marcados. Aliás, estão programados para ter início no Terminal 3 do Aeroporto Internacional de Narita a partir de abril de 2019.

Vê ainda: Xiaomi prepara um Mi Router com possibilidade de introduzir cartão SIM

Em primeiro lugar, a NEC Corporation anunciou que recebeu um pedido da Alfândega do Japão para um pórtico de procedimento alfandegário eletrónico. A grande novidade passa pela utilização de um mecanismo de reconhecimento facial.

O reconhecimento facial em alfândega aeroportuária no Japão

Nesse sentido, teremos uma nova tecnologia para uso na área de inspeção alfandegária no aeroporto internacional mais movimentado do Japão. Em segundo lugar, os testes de demonstração deste portão alfandegário eletrónico estão programados para ter início no Terminal 3 do Aeroporto Internacional de Narita a partir de abril de 2019. Em suma, teremos um dispositivo de reconhecimento facial tal como o que podemos ver abaixo.

Reconhecimento facial NEC alfândega Japão
Imagem conceitual de um portão de procedimento aduaneiro eletrónico numa área de inspeção aduaneira (esquerda) Porta de Saída (direita) Terminal de declaração eletrónica

Por conseguinte, esta será a primeira vez que a tecnologia de reconhecimento facial é utilizada para procedimentos alfandegários num aeroporto do Japão. Será também uma das primeiras implementações para este efeito em todo o mundo.

Como funcionará este pórtico com reconhecimento facial?

O pórtico de procedimento eletrónico será instalado na área de inspeção alfandegária. Será aí, por onde os passageiros passam após serem admitidos através da imigração. As identidades dos viajantes serão confirmadas num quiosque (terminal de declaração eletrónica).

Entretanto serão também confirmadas num portão de saída equipado com a tecnologia de reconhecimento facial da NEC. Já segundo esta empresa, o seu equipamento possui a melhor precisão de reconhecimento a nível mundial.

Além disso, uma aplicação para smartphone irá facilitar a declaração eletrónica de bagagem. Nesse sentido permitindo que os viajantes registem o conteúdo da bagagem e as informações do passaporte.

Espera-se que estes métodos reduzam o stress do passageiro. Em suma, aliviando o congestionamento e reduzindo o tempo de espera na área de inspeção aduaneira.

A imagem facial tirada na porta de procedimento eletrónico é utilizada apenas para fins de identificação e é eliminada de forma adequada após o seu uso.

"A NEC considera o seu negócio de segurança e a campanha 'NEC Safer Cities' como a chave para expandir e melhorar o seu negócio global," afirmou Ryouji Hayashi, Vice-presidente sénior da NEC. " Por conseguinte, a NEC já forneceu sistemas de identificação biométrica, incluindo reconhecimento facial, para aproximadamente 50 aeroportos em todo o mundo. Em suma, estamos ansiosos para aproveitar esta experiência e know-how para contribuir ainda mais para a segurança da infraestrutura social em todo o mundo."

Editores 4gnews recomendam:

Samsung Galaxy S10: Capa mostra buraco para a câmara bem pequeno

Discord desafia Steam e Epic Games com a venda de jogos Online

Huawei Nova: Mais de 65 milhões de utilizadores maravilhados

Fonte

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).