"Isto não é bom para a Google" CEO da Huawei fala sobre o Mate 30 não ter serviços Google

Filipe Alves
Comentar

O Huawei Mate 30 e Mate 30 Pro chegaram de forma oficial para impressionar, contudo, com uma enorme limitação. Os novos smartphones da marca chinesa chegam sem serviços Google.

Ou seja, todas as aplicações e serviços Google não chegarão instalados no smartphone. A única forma de instalação dessas Apps será através de terceiros. Ou seja, pouco seguro e mais complicado de o fazer.

Huawei Richard Yu

CEO da Huawei falou sobre a falta de serviços Google no Huawei Mate 30

"Isto não é bom para a Google". Estas foram algumas das palavras de Richard Yu na entrevista depois da revelação dos novos smartphones. O CEO do departamento mobile da Huawei apontou que esta situação não é desejável nem para a Huawei nem para a Google. Continuou dizendo que "nós (Huawei) contribuímos muito para muitas empresas americanas".

A Google foi uma das empresas que criticou as medidas de Donald Trump ao banir qualquer empresa norte-americana de negociar com a Huawei.

Ainda assim, a palavra de Presidente é mais forte e a Google, tal como outras empresas, são obrigadas a respeitar a decisão até que se diga o contrário.

Huawei Mate 30 e Mate 30 Pro chegarão a Portugal sem Apps da Google?

Acredito que a Huawei tente adiar o lançamento dos smartphones para a loja o máximo possível de forma a tentar reverter a situação. Caso consiga, instalar a Google Play Store e serviços Google será tão simples quanto uma atualização de software.

Porém, nada indica que Donald Trump irá reverter a sua decisão. Esta foi uma das medidas do Presidente norte-americano de forma a pressionar a China em melhores termos na guerra comercial.

Em suma, o Huawei Mate 30 e Mate 30 Pro se chegarem ao mercado português deverá ser sem os serviços Google e Google Play Store. E não será fácil convencer um cliente que pouco entende sobre o assunto que não haverá problemas com tal.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.