iPhone 14 versus iPhone 14 Pro: as três grandes diferenças

Mónica Marques
Comentar

É um dos lançamentos mais aguardados da Apple e este ano, à semelhança dos anteriores, a próxima geração do iPhone deve ser apresentada oficialmente em setembro.

Mas parece que nesta geração 14 do iPhone, a Apple quer distinguir significativamente os modelos avançados dos não avançados e, para já, são conhecidas três grandes diferenças. Queres saber quais são? Contamos-te tudo de seguida.

1. Design: iPhone 14 e 14 Pro vão ter um "visual" diferente

iPhone 14 Pro
o iPhone 14 Pro vai ter um design renovado que não inclui o habitual entalhe para a câmara frontal Crédito@91Mobiles

Este ano em setembro, a Apple deverá cumprir a tradição de apresentar oficialmente a sua nova geração de iPhone. Esta série deverá chegar com quatro novos modelos: iPhone 14, 14 Max, 14 Pro e 14 Pro Max.

Mas, ao que tudo indica, nesta geração a Apple vai diferenciar significativamente os modelos Pro dos modelos não Pro. E começa logo no design. De acordo com os últimos rumores a circular no mundo Web, o iPhone 14 deverá manter o design do seu antecessor, já o iPhone 14 vai mostrar-se num design renovado.

A confirmarem-se as projeções do site 91Mobiles, o terminal vai substituir o entalhe no ecrã por dois pequenos furos que vão alojar a câmara e os sensores integrados. Mais: o modelo pode também incluir a funcionalidade Face ID embutida no ecrã.

Já no que diz respeito ao painel traseiro, o iPhone 14 Pro poderá herdar o design do seu antecessor e contar com um um módulo quadrado, onde vão estar abrigadas as câmaras e o flash LED, além de um microfone e um sensor LiDAR.

2. Processador: A16 Bionic só vai ser integrado nos modelos Pro da próxima geração de iPhones

iPhone SE
O novo iPhone SE chegpu ao mercado com o chip A15 Bionic da Apple

Aparentemente, a Apple pretende mesmo distinguir os modelos Pro dos modelos não Pro da próxima geração de iPhones e para fazê-lo nada melhor que equipá-los com processadores diferentes.

Ao que tudo indica, o novo processador A16 Bionic SoC apenas vai ser integrado nos modelos iPhone 14 Pro e 14 Pro Max. Os restantes terminais – iPhone 14 e iPhone Max – debaixo do chasis vão contar com já o chip A15 Bionic, presente na atual geração 13.

Mas a Apple vai ainda mais longe. Tudo porque os modelos não Pro do iPhone 14 devem vir equipados com 6 GB de RAM LPDDR4X enquanto que os modelos Pro, mais avançados, vão contar com memória LPDDR5. Em termos práticos, significa que estes últimos vão fornecer uma velocidade operacional mais elevada, sobretudo se forem emparelhados com o novo chip da Apple.

3. Ecrã: vários tamanhos e taxas de atualização distintas

Também no ecrã, os vários modelos da nova geração vão apresentar diferenças significativas. Mas neste caso, as diferenças não se vão fazer sentir apenas entre os modelos Pro e não Pro.

Comecemos pelo tamanho, tanto o modelo iPhone 14 Max como o iPhone 14 Max Pro vão chegar com ecrã enormes de 6,68 polegadas enquanto que o iPhone 14 e 14 Pro vão ter painéis com 6,06 polegadas.

Agora sim, vamos às diferenças entre os Pro e não Pro. Os primeiros vão ser equipados com ecrã OLED LTPO que vão fornecer a taxa de atualização ProMotion, ou seja, de até 120 Hz. Já os modelos não Pro vão ficar-se por uma taxa de atualização de 60 Hz.

E para já são estas as três grandes diferenças que podemos assinalar entre os modelos da próxima geração de iPhones. Segundo o conhecido analista Ming-Chi Kuo, a Apple poderá ter decidido distinguir tantos os modelos por questões financeiras ou de marketing, uma vez que a TSMC tem cumprido com o fornecimento de chips.

Mas falta ainda bastante tempo para a habitual conferência de setembro, até lá poderemos ter mais revelações igualmente inesperadas, afinal a empresa de Cupertino gosta de surpreender os seus fãs, de vez em quando.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.