iPhone 14 sinaliza o fim do cartão SIM físico, futuro passa pelo eSIM

Rui Bacelar
Comentar

A cada nova geração de iPhone temos assistido à remoção de uma conetividade, mantendo-se a "tradição" em 2022. Desta feita ficamos sem o cartão SIM físico no seu mercado doméstico dos Estados Unidos da América. Por outro lado, os novos Apple iPhone 14 suportam até 8 perfis de eSIM ou SIM eletrónico / digital, pelo que o consumidor dificilmente sairá prejudicado.

Importa frisar, contudo, que todos os iPhone 14 a chegar à Europa e a grande parte dos mercados globais mantêm esta conexão. Não obstante, tivemos um sinal claro de que o futuro passa pelos perfis eletrónicos para seleção das operadoras e respetivos planos móveis e não pelo chip físico.

Apple teve a "coragem" de remover o cartão SIM físico nos EUA

Apple iPhone 14 Pro

Os modelos de Apple iPhone 14, nos Estados Unidos da América, terão já a versão digital do cartão SIM presente no seu software, ou passível configuração através do iOS 16.

Ainda que tal benesse já existisse nas gerações anteriores de iPhone, esta é a primeira vez em que o "regime digital" passa a ser a única via acesso às redes móveis no mercado doméstico da Apple.

Muito à semelhança da remoção do jack de 3,5 mm, a porta áudio P2, para auriculares, a Apple prepara assim o terreno para a remoção deste componente.

Apple iPhone 14

O primeiro passo foi dado no seu mercado doméstico, dando assim tempo às operadoras do resto do mundo, bem como aos consumidores, para se prepararem para esta alteração paradigmática.

De acordo com a empresa de Tim Cook, o eSIM não só é mais cómodo, como mais vantajoso para o consumidor. Nesse sentido, a Apple afirma que esta tecnologia é mais segura e permite adicionar vários números, vários planos a um mesmo telefone.

Na prática, podemos ter diferentes planos / perfis de eSIM, cada qual com o seu número de telefone.

Impacto imediato negativo ao sair dos Estados Unidos da América

Segundo a publicação The Verge, o iPhone 14 pode ter "até 8 cartões eSIM, sendo possível usar dois cartões / perfis de eSIM ativos simultaneamente".

Para além disso, no iOS 16 encontramos mais recursos que facilitam, por exemplo, a transferência de perfis de eSIM via Bluetooth o que facilitará a sua adoção.

Apple getting rid of the SIM tray is going to force every carrier across the globe to actually embrace eSIM. When I was in Tel Aviv two months ago, I couldn’t get a working eSIM a la carte. But that’s going to change. Quickly. Very excited.

— Christina Warren (@film_girl) 7 de setembro de 2022

Por fim, a Apple justifica esta decisão com a maior segurança e conveniência do eSIM face ao componente físico tradicional. Porém, de momento esta implementação pode causar transtorno aos utilizadores que saiam dos EUA com um novo modelo de iPhone 14, podendo não ter cobertura em determinados pontos do globo.

Por outro lado, com esta decisão a Apple vai estimular a adoção desta tecnologia. Voltamos a frisar que o eSIM é um cartão SIM digital que permite utilizar um plano de dados móveis da sua operadora. Isto sem ter de utilizar um cartão nano-SIM físico.

Atualmente esta tecnologia é suportada pelos modelos iPhone XS, iPhone XS Max, iPhone XR ou posterior com o iOS 12.1, ou posterior.

Em caso de dúvidas podem, inclusive, consultar a página de suporte oficial.

HUH iPhone 14 Series in US NO longer comes with a SIM Tray?! Gonna annoy some people real bad. eSIM is not for everyone.#AppleEvent #iPhone14 pic.twitter.com/3n02lhSPzf

— Ishan Agarwal (@ishanagarwal24) 7 de setembro de 2022

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com