iPhone 12 e 12 Pro vão ter atraso inevitável na produção

António Guimarães
Comentar

Tem saído vários relatórios a indicar que a produção na China está a voltar ao normal. Isto significa que empresas como Apple e Samsung já podem começar a respirar de alívio em relação à produção de telemóveis. Contudo, isso não significa que não hajam atrasos.

De acordo com o YouTuber Jon Prosser, a Apple está com um atraso de dois meses em relação à produção dos iPhone 12 e 12 Pro. Este atraso pode fazer com que os novos iPhones sejam apresentados apenas em novembro. Seria uma situação semelhante ao iPhone X, em 2017.

Jon Prosser afirma que a causa do atraso será o COVID-19 por causa de duas situações: o abrandamento que houve na produção na China de forma a conter o vírus e as viages que os executivos da Apple fazem à China para supervisionar os iPhones antes do lançamento.

Para piorar a situação, a empresa recusa-se a fazer estas verificações de forma remota, por vídeochamada, insistindo em ter pessoas a verificar tudo em mãos. Assim sendo, é provável que os iPhone 12 e 12 Pro cheguem com um atraso de dois meses.

Normalmente, a Apple já teria os iPhones quase prontos por esta altura

Prosser avança que em condições normais, a Apple já teria os iPhones a passar pelos estágios finais de produção por volta desta altura do ano. Em abril, os telemóveis já estariam finalizados a nível de especificações ou funcionalidades. Os restantes meses até setembro serviriam apenas para afinar detalhes e limar arestas.

No entanto, de acordo com Prosser, a Apple ainda nem começou os seus testes de engenharia ou produção. Assim sendo, utilizadores de iOS devem preparar-se para um produto atraso ou até mesmo com falhas. Teremos um fracasso a caminho?

Editores 4gnews recomendam:

  • Apple aumenta produção de teclados Magic Keyboard apesar da pandemia
  • Apple e BMW já trabalham para trazer a futurista CarKey para iPhone
  • Apple já tem data marcada para reabertura das suas lojas
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.