Intel Rocket Lake i5-11600K apanhado no Geekbench, resultados desiludem

Abílio Rodrigues
Comentar

Aproxima-se a data de lançamento dos novos processadores Rocket Lake da Intel, por isso há já quem esteja a testar as novas ofertas da marca. Recentemente apareceram pela internet os resultados do i5-11600K no Geekbench 5, mas os resultados acabam por roçar a mediocridade.

Seria previsível que nem todos os CPU Rocket Lake fossem extremamente competitivos em termos de performance, mas como sempre será o preço a ditar o seu real valor num mercado onde a concorrência é cada vez mais forte.

Rocket Lake não trará grandes velocidades de relógio

Intel
Descrição do Intel Rocket Lake i5-11600K no Geekbench 5

De acordo com a ficha de especificações, este processador inclui 6 núcleos e 12 threads auxiliares com uma frequência de relógio base de apenas 3.9 GHz.

O que surpreende aqui é o facto destes valores dispararem para os 4.9 GHz quando é ativada a frequência turbo máxima, encaixando-se com o habitual desempenho de um i5 desbloqueado.

Infelizmente parece que estes processadores fazem uso de memórias DDR4 com velocidades mais baixas, facto que prejudica também o seu desempenho.

Certamente os resultados seriam diferentes se o teste tivesse considerado este factor e emparelhado o i5-11600K com memórias acima dos 1066 MHz.

Resultados no Geekbench não são animadores

Em termos de desempenho em tarefas que usam apenas um núcleo, o i5-11600K teve uma pontuação de 1565 pontos, com 6220 pontos em tarefas que obrigam à utilização de mais de um núcleo.

Os valores são baixos especialmente no capítulo do multi-tasking, onde por exemplo um Ryzen 5 3600 ainda consegue bater esta nova oferta da Intel.

Ao que parece este será mesmo o processador mais lento em tarefas single-core que ficará disponível no mercado. Apesar disto, nota-se um salto em relação à geração anterior.

Estes resultados devem ser interpretados com alguma cautela já que os cenários reais podem revelar valores bastante distintos. O Geekbench 5 tem sido acusado de não traduzir de forma adequada os cenários de utilização diária e as memórias lentas que usaram não ajudam.

Editores 4gnews recomendam:

Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.