Intel
Intel e o Comité Olímpico Internacional são agora parceiros até 2024; Imagem: Olympic.org

A mais conhecida empresa de desenvolvimento de processadores do mundo está a trabalhar em parceria com o Comité Olímpico Internacional, para trazer novas e melhoradas tecnologias aos Jogos Olímpicos. Esta parceria entre a Intel e o Comité foi hoje anunciada num evento em Nova Iorque e, na sua extensão até 2024, promete ser muito ambiciosa.

Entre os planos da Intel estará em levar até aos Jogos tecnologia como conectividade 5G, a Realidade Virtual e ainda a presença mais forte de Drones. De acordo com Brian Krzanich, diretor-executivo da Intel, o objetivo é ajudar tanto atletas e técnicos, como organização e, como é claro, os fãs, quer sejam aqueles que vêem ao vivo a competição, como aqueles que acompanham a mesma desde casa.

Vê ainda: OnePlus 5 é apanhando a mentir nas benchmarks

   

Um dos exemplos será a implementação, já nos próximos Jogos Olímpicos de Inverno 2018 de uma rede 5G para o evento. Por outro lado, Krzanich anuncia ainda que é intenção da Intel instalar uma plataforma de Realidade Virtual, para que todos os fãs possam assistir desde casa em 360º, com os seus respectivos dispositivos.
Segundo este, os dispositivos que poderão transmitir em 360º serão mais comuns do que se poderia pensar. Entre eles estarão o Daydream VR da Google, o Gear VR da Samsung e mais algumas poderão ainda ser elegíveis para a transmissão.

Drones, 5G e Realidade Virtual são os planos da Intel para os próximos Jogos Olímpicos

Já quanto aos Drones, os planos da Intel são também ambiciosos. Todos se devem lembrar do belo espectáculo de luzes que foi possivel assistir no intervalo do Super Bowl 51 aquando da atuação de Lady Gaga ao intervalo. Pois bem, a Intel quererá manter este nível noutros eventos de grande escala, querendo através dos Drones “criar imagens no céu nunca antes vistas”.

Entre outros eventos onde a Intel utilizou já Drones para melhorar o evento destaca-se ainda a NBA All-Star, onde Aaron Gordon executou um dos dunks que mais falados do evento, graças à assistência de um Drone para a execução da manobra.

O objetivo da Intel parece bem claro: oferecer a melhor experiência e envolvência do público com o evento, seja para quem assiste em casa ou ao vivo. Esta parceria poderá perfeitamente servir de exemplo para outros tipos de desportos, que muito em breve poderão também eles recorrer a este tipo de recursos.

Outros temas relevantes:

Cuidado: Mais aplicações apanhadas com Malware na PlayStore

Xiaomi Mi 6 Review | O smartphone que não deves deixar passar

Samsung Galaxy Note 8 poderá ser chegar mais cedo do que esperado

 

ViaEngadget
FonteOlympic.org
Editor 4gnews e estudante de Direito, nos tempos livres é mais provável encontrar-me a explorar novos géneros musicais, filmes e séries e a passar um bom tempo com amigos e família.