oculus-rift-porn-4gnewsEmbora precise ainda de limar arestas e de encontrar uma plataforma apelativa ao consumidor médio a realidade virtual está aqui. A Samsung já tem o seu Gear VR. A Sony e a HTC tem planos para comercializar headsets de realidade virtual ainda este ano e, obviamente, a Oculus que agora pertence ao Facebook. Existe ainda o simples Google Cardboard.

oculus-rift-4gnewsDigam o que disserem a indústria de entretenimento adulto sempre guiou de certa forma a tecnologia. Filmes adultos ajudaram a abrir caminho para a TV por cabo e popularizaram as cassetes de vídeo e o aluguer. A própria internet foi sustentada pela pornografia nos seus primórdios. As pessoas precisam de um bom motivo para abraçar novas tecnologias e a pornografia tem resultado como incentivo.

A empresa Naughty America é considerada uma pioneira. Fundada em 2003, foram das primeiras empresas adultas a usar o Twitter e a aceitar pagamento por Bitcoin. Até apareceram no Wall Street Journal por filmar conteúdo em 4K. Eles já vendem pornografia em realidade virtual desde Julho.

   

girl-vr-4gnews
“Nós dizemos aos nossos talentos para tratarem a câmara como uma pessoa.” – Ian Paul, CIO da Naughty America.

Na CES16 vários filmes de realidade virtual foram apresentados e testados e segundo as testemunhas “aquilo parecial real, às vezes”. Embora ainda não haja interactividade total, não se pode virar a cabeça para mudar o ângulo de visão, por exemplo. Apesar das limitações, Ian Paul acredita no potencial pois sabe que as pessoas querem uma experiência de imersão. Paul ainda salienta que a pornografia de realidade virtual está a confiar na componente gaming para incentivar consumidores. Citando-o mais uma vez:

“O consumidor não compraria um dispositivo que só serve para ver pornografia, é embaraçoso”.

Talvez queiras ver:

Fontecnet
Entusiasta de tecnologia, jogos, filmes, música, de tudo um pouco. Podem também seguir-me no meu canal Batatek!