Imagens do Huawei Honor 20 Pro surpreendem pela positiva!

Filipe Alves

Hoje temos uma imagem do Huawei Honor 20 Pro. Logo depois de termos imagens da câmara traseira do Honor 20, eis que o modelo Pro também dá um dar da sua graça.

As imagens são esclarecedoras em muitos aspetos. O Huawei Honor 20 Pro contará com 4 câmaras traseiras e ainda um sensor ToF. Ou seja, um sensor que vai medir a distância entre o smartphone e o objeto a ser fotografado para nos dar um melhor efeito de desfocado.

Huawei Honor 20 Pro 2

Vemos ainda a ausência do sensor biométrico na traseira ou parte frontal. Ou seja, este será mais um smartphone da marca chinesa com sensor biométrico no ecrã. Deveremos ter um sensor idêntico ao Huawei P30 Pro recentemente anunciado.

Porém, as fotografias deixam-nos uma questão maior. Onde é que está a câmara frontal? Temos ideia que no Huawei Honor 20 teremos um pequeno buraco no ecrã idêntico ao Galaxy S10, contudo, nesta imagem não vemos nada disso.

Huawei Honor 20 Pro

Onde está a câmara forntal do Huawei Honor 20 Pro?

Ou seja, este Huawei Honor 20 Pro poderá ter uma câmara Pop-up. A Huawei é uma das fabricantes a investir na tecnologia. Isto faz com que o smartphone nos dê mais ecrã mas perca a resistência a água e poeiras. Assim sendo, podemos acreditar que este smartphone não terá tal tecnologia.

Huawei Honor 20 Pro

Uma das outras tecnologias que ainda não sabemos se incorporará o Huawei Honor 20 Pro é o carregamento sem fios. A tecnologia é barata e simples de implementar, todavia, a Huawei já saltou vezes sem conta na tecnologia mesmo com a possibilidade de a introduzir.

O Huawei Honor 20 Pro será revelado de forma oficial no dia 21 de maio e deverá chegar a Portugal com um preço a rondar os 500€. É provável que tenha um preço mais agradável mas ainda nada é certo face à situação.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.