Huawei será uma das marcas a adotar o Project Treble da Google

Rui Bacelar
Huawei G10 Samsung Top 10 smartphone EMUI 6 Huawei Android Oreo
A tecnológica chinesa é uma das marcas a dar o exemplo. @reuters

Project Treble. O que é? E porque é que a Huawei o está a adotar? Em primeiro lugar cumpre saber o que é e no que consiste esta iniciativa da Google que em boa verdade mais não é do que uma tentativa para combater uma das maiores falhas do Android. A fragmentação que sempre assolou esta plataforma praticamente desde que foi lançada.

Vê ainda: 25 Apps gratuitas na Google Play Store para o teu Android

Já por várias vezes aqui falamos desta iniciativa que foi apresentada pela Google no início do ano. Trata-se de uma mudança, ou possibilidade de mudança perto da fonte do sistema operativo que poderá ajudar as marcas / construtoras a atualizarem os seus dispositivos mais rapidamente. No processo, reduziriam também, de forma gradual, toda a fragmentação que caracteriza o Android.

A fragmentação sempre foi uma constante no Android e a Google sabe disso. Desde o seu início que apenas uma pequena porção de todos os dispositivos que utilizam o seu sistema operativo é que utilizam a versão mais recente do OS. Ora, o que é que impede as construtoras de atualizarem os seus dispositivos?

O que é o Project Treble da Google?

Por norma, vários fatores mas o principal é dependência, a necessidade de esperar que os construtores dos componentes forneçam todos os drivers para a nova versão do Android. Em seguida as construtoras precisam de trabalhar nas suas interfaces UI's. Tudo isto atrasa o lançamento das atualizações.

Note-se que neste momento só mesmo a Google com os seus Google Pixel e Google Nexus é que se pode orgulhar de ter sempre a mais recente versão do sistema operativo. Outras construtoras como a Samsung, LG, Huawei (a título de exemplo), demoram consideravelmente mais tempo a atualizar os seus dispositivos.

Veja-se por exemplo o Android Oreo. Foi apresentado no dia 21 de agosto, dia de eclipse solar. Entretanto, em finais de novembro ainda se contam pelos dedos as marcas que já atualizaram os seus dispositivos para o Oreo. Aliás, segundo os painéis da Google, em novembro apenas 0,3% de todos os equipamentos utilizavam a mais recente versão do Android, o Oreo.

Perante um cenário cada vez mais deprimente, a Google decidiu dar às construtoras a possibilidade de disponibilizar a mais recente versão do sistema operativo com uma simples atualização da raíz do Android. A framework, a estrutura. É aqui que entra o Project Treble.

Project Treble Android Huawei Google
Antes e depois do Project Treble

Essencialmente ele separa a raíz do Android, a estrutura ou framework do sistema da área / porção do sistema passível de personalização pelas construtoras. Em suma, estas poderão atualizar a base, a raíz ou estrutura do Android sem tocar no resto.

Separar para mais rapidamente atualizar a plataforma da Google

Quase que se poderia dizer que se separa o Android "puro" das interfaces das marcas. E essencialmente é isso mesmo. A possibilidade de atualizar a raíz, sem alterar a personalização da marca.

Cumpre ainda salientar que a Google disponibilizou e recomendou que as construtoras adotassem este Project Treble assim que atualizassem os seus dispositivos com Android Oreo. Contudo, poucas marcas o fizeram, sendo a Huawei uma das poucas. Note-se que a OnePlus foi rápida a salientar que, apesar de fornecer o Android Oreo, não suportaria o Project Treble. Sem avançar qualquer explicação para tal.

A lista de dispositivos e marcas que adotaram o Project Treble para já ainda é bastante curta. Temos aqui a Sony, a Huawei e até a Essential mas faltam nomes de peso como a Samsung. Talvez aí, toda esta iniciativa ganhe novo fôlego.

Huawei é uma das marcas que adotou o Project Treble

Neste momento, estes são os dispositivos que já adotaram a iniciativa:

  • Google Pixel
  • Google Pixel XL
  • Google Pixel 2
  • Google Pixel 2 XL
  • Sony Xperia XZ1
  • Sony Xperia XZ1 Compact
  • Essential PH-1
  • Huawei Mate 10
  • Huawei Mate 10 Pro
  • Huawei Mate 10 Porsche Design

Para já é curta e envergonhada mas não tenho dúvidas de que crescerá à medida que mais e mais marcas adotem também o Oreo em detrimento do Android Nougat. Aliás, a grande maioria dos smartphones a ser lançados no próximo ano já trarão a 8ª versão deste OS. Algo que os dotará automaticamente do Project Treble. Ou pelo menos, da possibilidade dele usufruir.

Huawei Fragmentação Project Treble Google Android
O habitual processo de atualizações no Android

A Sony e a Huawei parecem bem empenhadas em apadrinhar esta iniciativa e no final de contas quem agradecerá é o consumidor. Agora resta-nos esperar que também a Samsung, LG, Motorola e muitas outras marcas o façam.

Esperemos que mais marcas sigam o exemplo da Huawei e da Sony

É preciso tornar o Project Treble numa iniciativa popular. A seu tempo o consumidor sentirá os seus efeitos e estes serão bem positivos. Até porque ninguém gosta de esperar um ano por uma atualização.

Por último, cumpre salientar que toda e qualquer marca / construtora tem a possibilidade de adoptar ou não adotar o Project Treble. Nem todas seguirão o exemplo da Sony e da Huawei. Pelo menos para já.

De momento estamos à espera que a Google disponibilize mais informações oficiais sobre quais marcas e quantas marcas já estão efetivamente interessadas e a aproveitar esta plataforma. Tal não deverá tardar.

Em suma, esta é uma lista que esperamos atualizar muito em breve. Posto isto, fiquem atentos ao nosso site para todas as informações sobre tecnologia falada em português. Até já!

Assuntos relevantes na 4gnews:

ASUS Zenfone Max Plus deslumbrará com o seu belo Display 18:9

Motorola Moto X4 será sucedido pelo Moto X5 – Evan Blass

CEO explica o porquê do Razer Phone não ter Headphone Jack

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.